Reprodução
Reprodução

Atlético-MG aposta no alcapão do Independência contra o São Paulo

Estádio, com capacidade para 23 mil torcedores, já teve mais de 20 mil ingressos vendidos em Minas

O Estado de S. Paulo

11 de fevereiro de 2013 | 18h37

SÃO PAULO - O Estádio Independência vai tremer para a volta do Atlético Mineiro à Libertadores da América, depois de 13 anos ausente. A última vez que a torcida atleticana acompanhou seu time na competição foi em 2000. Naquela ocasião, o Atlético caiu nas quarta de final diante do Corinthians. Quase 20 mil ingressos já foram vendidos da capacidade de 23 do Estádio Independência, onde o clube decidiu mandar seus jogos nesta temporada até que um acordo melhor financeiramente possa ser combinado com os administradores do Mineirão, cuja capacidade de público é de 62 mil pessoas. E quem vai sofrer com essa massa é o São Paulo, de Ney Franco, que terá de fazer em Minas a primeira partida das duas equipes da fase de grupos da Libertadores. Há ainda ingressos sendo vendidos para o setor dos são-paulinos, mas a PM de Minas não pensa em abrir o espaço para colocar mais atleticanos no estádio.

Para os setores mais populares, não há é mais entradas. Setores corporativos, com ingressos de R$ 400 a R$ 600, ainda têm algumas entradas. 

Foi no Estádio Independência que o Atlético jogou todas as suas partidas em 2012 como mandante. E levou sorte na nova casa, já que o Mineirão passava por uma reforma gigantesca. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, o Atlético não perdeu um único jogo sequer na nova casa, o que também ajudou sua diretoria a optar pelo estádio na Libertadores. Foram 19 partidas, com 14 vitórias e cinco empates. As dimensões menores do gramado e a proximidade da torcida são fatores que podem ajudar o Atlético diante do São Paulo. Segundo os administradores do Independência, o campo mede 105 m x 68 m.

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético-MGCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.