Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Atlético-MG atropela Vasco no retorno do time ao Independência

Thiago Ribeiro brilha na vitória do time por 3 a 0 no Brasileirão

LEONARDO AUGUSTO, Estadão Conteúdo

31 de maio de 2015 | 19h09

O Atlético-MG não decepcionou a torcida e no retorno ao Independência depois de quatro jogos fora de casa venceu o Vasco por 3 a 0 neste domingo, pela quarta rodada do Brasileirão. Os gols da equipe foram marcados por Thiago Ribeiro (2) e Dátolo. Com o resultado, a equipe carioca segue sem vencer na competição.Antes do jogo deste domingo, a última partida do time mineiro no Independência havia sido o empate por 2 a 2 com o Internacional, em 6 de maio, pelas oitavas de final da Copa Libertadores deste ano.

A partida começou movimentada no Independência. A primeira chance foi do Vasco, em chute de Guiñazu aos 5 minutos, para fora. Na sequência, Thiago Ribeiro tentou para o time da casa, mas também chutou para fora. O Atlético, no entanto, passou a dominar a partida a partir dos 11 de jogo, quando conseguiu seu primeiro gol com Thiago Ribeiro, que chutou cruzado da esquerda depois de bola aliviada pela zaga.

O time de Levir Culpi manteve a pressão e marcou novamente aos 19 minutos, com Dátolo, de cabeça, aproveitando cruzamento da direita de Lucas Pratto. Mesmo em desvantagem, o Vasco tentava ameaçar o gol adversário em contra-ataques, mas sem sucesso. Aos 43 minutos, Thiago Ribeiro definia a partida ao marcar seu segundo gol no duelo, escorando cruzamento de Luan.

Na etapa final, o Atlético voltou para campo e manteve a pressão, mas em ritmo menos intenso. Aos 10 minutos, Lucas Pratto recebeu dentro da área e, desequilibrado, chutou por cima do gol. Aos 15, Yago marcou par ao Vasco, mas o gol foi anulado por causa do impedimento do jogador. Ao longo do segundo tempo, o Vasco conseguiu chegar apenas mais uma vez com perigo ao gol atleticano, com chute forte de Cristiano, para fora.

Durante a partida, várias homenagens foram feitas ao goleiro Victor, com muitas camisas, faixas e gritos de guerra em apoio ao jogador. No sábado, torcedores comemoraram dois anos do pênalti defendido com o pé pelo arqueiro na partida contra o Tijuana pelas quartas de final da Libertadores de 2013. Caso a bola tivesse entrado, o Atlético seria eliminado. O time seguiu na disputa e acabou sendo campeão. Desde então, o goleiro é tratado como São Victor pelos torcedores, que, nas comemorações de sábado, chegaram a realizar uma procissão "em louvor" ao jogador.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 0 VASCO

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric(Júlio César), Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Dátolo (Dodô), Giovanni Augusto (Leandro Donizete), Luan e Thiago Ribeiro; Luccas Prato. Técnico: Levir Culpi.

VASCO - Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christianno; Guiñazú e Diguinho; Rafael Silva (Bernardo), Júlio dos Santos (Marcinho), e Riascos (Yago); Gilberto. Técnico: Doriva.

GOLS - Thiago Ribeiro, aos 11 e aos 43, e Dátolo, aos 19 minutos do 1º tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Silva e Yago (Vasco).

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado(TO).

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MGVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.