Atlético-MG bate Figueirense com gol de pênalti e segue na ponta do Brasileirão

Um gol de pênalti salvou o Atlético Mineiro de um tropeço em casa, neste sábado, e garantiu mais uma vitória do líder do Campeonato Brasileiro, desta vez por 1 a 0 contra o Figueirense, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 15.ª rodada. O time mineiro chega aos 32 pontos e o catarinense, na perigosa 15.ª colocação, tem 16.

GUSTAVO NOLASCO, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2015 | 23h32

O Atlético começou a partida tentando sufocar o time catarinense para garantir a vitória logo no primeiro tempo. Esbarrou no esquema bem armado pelo técnico do Figueirense, Argel Fucks, que fechou sua defesa e explorou com sabedoria os contra-ataques pelo lado esquerdo, nas costas do lateral Marcos Rocha e do zagueiro Leonardo Silva.

O líder do campeonato começou o segundo tempo aumentando a pressão. Desta vez, contou com a vibração e força do centroavante Lucas Pratto. Aos poucos, o Atlético empurrava o Figueirense para dentro de sua própria área. Aos nove minutos, em uma trama de Giovani Augusto pelo meio, Pratto fez o trabalho de pivô e, no giro, acertou o travessão do gol de Alex Muralha.

A garra do argentino contagiava o time do Atlético. Aos 18 minutos, em um erro de saída de bola do Figueirense, Marcos Rocha foi lançado na área e sofreu o pênalti. Pratto bateu bem e fez o gol, coroando a sua garra em campo. Daí em diante, o Figueirense se lançou ao ataque, mas foi o clube mineiro quem soube cadenciar o jogo e segurar o resultado.

Pela 16.ª rodada, a próxima partida do Atlético é nesta quarta-feira contra o São Paulo, às 22 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O Figueirense recebe a Ponte Preta, no outro domingo, às 16 horas, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 0 FIGUEIRENSE

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca, Dátolo (Guilherme) e Giovanni Augusto (Cardenas); Thiago Ribeiro (Carlos) e Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi.

FIGUEIRENSE - Alex Muralha; Leandro Silva, Marquinhos, Saimon e Marquinhos Pedroso; Paulo Roberto, Fabinho, João Vitor (Sueliton) e Rafael Bastos (Yago); Dudu e Marcão (Thiago Santana). Técnico: Argel Fucks.

GOL - Lucas Pratto (pênalti), aos 17 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Dátolo e Rafael Carioca (Atlético-MG); Leandro Silva, Saimon e Yago (Figueirense).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).

RENDA - R$ 644.340,00.

PÚBLICO - 16.056 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.