Atlético-MG bate Palmeiras e fica longe do descenso

O Atlético Mineiro ficou próximo de espantar o risco de rebaixamento para a Série B ao derrotar o Palmeiras por 2 a 0 neste domingo, em partida disputada na cidade de Araraquara, no interior paulista, na Arena Fonte Luminosa, válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

LEANDRO SILVEIRA, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 19h06

Com a segunda vitória consecutiva no Brasileirão, o Atlético-MG chegou aos 42 pontos. Já o Palmeiras, que concentra as suas atenções na disputa da Copa Sul-Americana, segue com 50 pontos, na décima colocação. As duas equipes voltam a jogar no próximo domingo. Em Sete Lagoas, no interior mineiro, o Atlético-MG receberá o Goiás. Já o Palmeiras entrará em campo novamente na Arena Fonte Luminosa, contra o Fluminense.

A partida deste domingo marcou o reencontro das equipes após duelo pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Naquela oportunidade, o Palmeiras avançou no torneio com um empate por 1 a 1 e uma vitória por 2 a 0. Porém, lutando contra o rebaixamento, o Atlético-MG atuou com a equipe reserva nos dois jogos. Agora, no entanto, a situação foi inversa. Focado na luta pelo título da Sul-Americana, o Palmeiras escalou uma equipe reserva e não resistiu ao Atlético-MG em partida disputada sob forte calor.

Porém, mesmo com uma equipe de suplentes, o Palmeiras jogou com vontade, se lançou ao ataque, dominou o início da partida e teve a sua primeira chance de gol aos quatro minutos, aproveitando a tensão inicial dos jogadores atleticanos. Em cobrança de falta na entrada da área, o zagueiro Fabrício acertou a trave direita da meta defendida pelo goleiro Renan Ribeiro.

O Palmeiras, no entanto, não conseguiu manter o forte ritmo inicial e o Atlético-MG equilibrou o jogo, que ficou morno, concentrado no meio-de-campo e com poucas ações ofensivas até os 15 minutos.

Aos 18 minutos, em jogada aérea, Obina cabeceou e a bola passou rente à trave direita do gol da equipe paulista. Novamente com uma finalização de Fabrício, o Palmeiras assustou o Atlético-MG. Aos 23 minutos, o zagueiro chutou forte de fora da área e Renan Ribeiro espalmou, evitando o gol da equipe paulista.

O Atlético-MG abriu o placar aos 30 minutos. Diego Souza cobrou falta no canto esquerdo do gol defendido pelo goleiro Bruno, colocando a equipe mineira em vantagem na Arena Fonte Luminosa. Aos 33 minutos, o Palmeiras ficou em situação mais difícil no jogo, com a expulsão do zagueiro Gualberto após falta cometida no atacante Neto Berola, que substituiu o contundido Diego Tardelli.

Em vantagem numérica e no placar, o Atlético-MG passou a ter o controle do jogo apostando principalmente em jogadas pelas laterais. Aos 39 minutos, Neto Berola tabelou com Diego Souza entrou na área e chutou forte. Bruno espalmou e evitou o segundo gol do Atlético-MG.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo mais ofensivo e criou uma boa oportunidade de gol aos sete minutos. O lateral-direito Vitor cruzou na área e o atacante Dinei cabeceou por cima do gol atleticano. Mas, assim, como no primeiro tempo, o domínio inicial palmeirense durou pouco tempo.

O Atlético-MG passou a ter o controle do meio-de-campo e Bruno teve trabalho para evitar o segundo gol da equipe de Belo Horizonte. Aos dez minutos, Obina, na entrada da área, finalizou no canto esquerdo e Bruno fez boa defesa. Em jogada na área palmeirense, aos 17 minutos, o goleiro espalmou a bola após chute forte de Neto Berola.

O Palmeiras esboçou uma reação e tentou pressionar o Atlético-MG. Aos 27 minutos, Vinicius chutou cruzado no canto direito para boa defesa de Renan Ribeiro. O time mineiro, porém, definiu a sua vitória aos 33 minutos ao marcar o seu segundo gol. Após chute de Obina defendido por Bruno, Neto Berola pegou o rebote e finalizou. A bola acertou a trave antes de entrar, garantindo a vitória por 2 a 0 do Atlético-MG.

Ficha técnica:

Palmeiras 0 x 2 Atlético-MG

Palmeiras - Bruno; Leandro Amaro, Fabrício e Gualberto; Vítor, Fernando (Jean), Pierre, Patrik e Rivaldo (Luiz Felipe); Dinei e Ewerthon (Vinicius). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Werley, Lima e Leandro; Zé Luís, Serginho, Renan Oliveira e Diego Souza (Ricardinho); Obina (Daniel Carvalho) e Diego Tardelli (Neto Berola). Técnico: Dorival Júnior.

Gols - Diego Souza, aos 30 minutos do primeiro tempo, e Neto Berola, aos 33 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Patrik, Fabrício e Vítor (Palmeiras); Zé Luís, Neto Berola e Lima (Atlético-MG).

Cartão vermelho - Gualberto (Palmeiras).

Renda e público - Não disponíveis.

Árbitro - Marcio Chagas da Silva (RS).

Local - Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.