Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Atlético-MG bate Vasco e dispara na ponta do Brasileirão

Time mineiro podia perder a liderança para os cariocas, mas fez valer a sua força em casa

Aline Reskalla, Agência Estado

12 de agosto de 2012 | 19h01

BELO HORIZONTE - No duelo que valia a liderança do Campeonato Brasileiro, pela 16.ª rodada, o Atlético Mineiro derrotou o vice-líder Vasco por 1 a 0, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, e se isolou ainda na ponta da tabela de classificação, com 38 pontos, quatro à frente da equipe carioca - e o Atlético ainda tem um jogo a menos.

O resultado mostra que a confusão envolvendo noitadas de alguns jogadores atleticanos não afetou o time mineiro em campo. Ronaldinho Gaúcho, que inclusive teria discutido com o presidente do clube Alexandre Kalil ao defender os colegas em uma reunião, foi o destaque do jogo. Saíram dos pés dele as principais jogadas do Atlético, inclusive a que resultou no único gol da partida.

No primeiro tempo, embora corrido, o jogo foi truncado, com pequena superioridade atleticana. A forte marcação impediu que o Vasco chegasse com perigo. Também sem espaço, o Atlético conseguiu impor mais seu ritmo e teve até um gol anulado por impedimento.

Os dois times voltaram para a segunda etapa dispostos a atacar, afinal a vitória valia o primeiro lugar do campeonato. O gol do Atlético saiu aos 24 minutos. Ronaldinho Gaúcho fez bonita jogada pela esquerda antes de cruzar com precisão para Jô marcar, de cabeça, levando os quase 20 mil torcedores mineiros à loucura.

Pela 17.ª rodada, na próxima quarta-feira, o Atlético vai a Goiânia para enfrentar o xará Atlético Goianiense, às 20h30, no estádio Serra Dourada. Já o Vasco recebe o Coritiba, em São Januário, na quinta, às 21 horas.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 0 VASCO

GOL - Jô, aos 24 minutos do segundo tempo.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Guilherme (Escudero) e Ronaldinho Gaúcho; Bernard (Serginho) e Jô (Richarlyson). Técnico: Cuca.

VASCO - Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Carlos Alberto (Felipe Bastos); Éder Luis (Tenório) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

CARTÕES AMARELOS - Jô, Leonardo Silva e Escudero (Atlético-MG); Tenório e Juninho Pernambucano (Vasco).

ÁRBITRO - Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP).

RENDA - R$ 719.015,00.

PÚBLICO - 19.650 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MGVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.