Atlético-MG busca Libertadores em Ipatinga

O Atlético-MG confia no apoio da torcida de Ipatinga, no Vale do Aço mineiro, para vencer o Goiás, sábado, e continuar alimentando a esperança de conquistar uma vaga na Taça Libertadores de 2004. Além de vencer o time goiano, o Atlético necessita que Coritiba e São Caetano tropecem na rodada final do Campeonato Brasileiro para ficar entre os cinco primeiros colocados da competição e assegurar presença no torneio sul-americano. A diretoria alvinegra decidiu transferir o jogo para o estádio Ipatingão depois de avaliar que a receptividade dos torcedores foi fundamental para a vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, dia 22 de novembro. Na ocasião, o Atlético havia perdido o mando de campo e não podia jogar em Belo Horizonte. Mais de 12 mil torcedores empurraram o time mineiro. A expectativa dos dirigentes é que praticamente todos os 20 mil ingressos para a rodada decisiva sejam vendidos. Outro ponto levado em conta pelos dirigentes é o retrospecto do Atlético no Ipatingão, onde ainda não perdeu. Em onze jogos no estádio, a equipe alvinegra venceu oito e empatou três. ?Será um retorno importante para o time, já que a torcida sempre nos recebeu bem em Ipatinga. Vamos nos sentir em casa", observou o goleiro Velloso. Time - O técnico Procópio Cardoso ainda não definiu o time que começa jogando contra o Goiás. O zagueiro Luiz Alberto, que havia sofrido uma pancada na canela direita e precisou deixar o treinamento da última terça-feira, no CT de Vespasiano, participou normalmente do treino desta quarta-feira e está à disposição. Já o companheiro de posição, Scheidt, que vinha se recuperando de um corte no nariz, levou uma bolada no rosto e está praticamente fora da partida. Sem poder contar com os volantes Hélcio e Genalvo, que cumprem suspensão automática, Procópio tem, por outro lado, a possibilidade de escalar Ferrugem e Marcelo Silva, que ficaram de fora da última partida. Eleições - O clube alvinegro realiza nesta quinta-feira as suas eleições presidenciais, na sede administrativa de Lourdes. O atual presidente, Ricardo Annes Guimarães, é considerado o favorito na disputa contra duas chapas de oposição, encabeçadas por Itamar Vasconcellos e Gustavo Rodarte. O candidato vencedor comandará o Atlético durante o triênio 2004/2006. Possuem direito a voto 457 conselheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.