Pedro Souza/Atlético-MG
Pedro Souza/Atlético-MG

O que precisa acontecer para o Atlético-MG ser campeão do Brasileiro nesta quinta-feira? Confira!

Vitória do Flamengo sobre o Ceará evitou título na terça; mineiros, porém, podem levantar a taça apenas dois dias depois em caso de vitória simples

Sergio Neto, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2021 | 05h00

A vitória do Flamengo sobre o Ceará, nesta terça-feira, pela 36ª rodada do Brasileirão, adiou o título do Atlético-MG. Mas não por muito tempo. Caso tivesse empatado ou perdido para os cearenses, o time rubro-negro teria entregue a taça ao clube de Minas Gerais, que está na iminência de festejar sua segunda conquista do Nacional - a primeira ocorreu em 1971, portanto, 50 anos atrás. Porém, com o triunfo por 2 a 1, o Fla manteve o sonho do tri vivo, por mais que isso esteja bem distante.

Para ser campeão do Brasileirão 2021, os comandados de Cuca precisam apenas de dois pontos dos nove que ainda vão disputar. O Atlético-MG entra em campo nesta quinta-feira, contra o Bahia, fora de casa. Se vencer, levanta a taça. Se empatar ou perder, ainda dará ao Flamengo mais uma chance de encostar.

Com o triunfo no Maracanã, o Flamengo chegou aos 70 pontos. O Atlético tem 78. O time carioca chega, no máximo, aos 79 pontos. Então, o cenário ideal para o clube rubro-negro é que o rival mineiro perca todos os compromissos que tem pela frente, enquanto os cariocas vencem suas partidas. Assim, chegariam a 79 e os mineiros ficariam com os mesmos 78. Caso o Atlético empate um jogo e perca os outros, os dois se igualam na pontuação.

O Atlético-MG depende apenas de si para erguer a taça nacional. Pelo Brasileirão, além do Bahia, ainda tem pela frente o Red Bull Bragantino em casa e o Grêmio, que luta contra a degola, no Sul. O Flamengo ainda encara o Sport, já rebaixado, em Pernambuco, o Santos no Rio, e ainda o Atlético-GO fora de casa. Os dois times rivais não têm compromissos difíceis.

Vale lembrar que o Atlético-MG ainda tem outro título importante para disputar: o da Copa do Brasil. A equipe de Cuca recebe o Athletico-PR no jogo de ida no dia 12 de dezembro e depois vai até o Paraná pela partida de volta no dia 15. Na vitória sobre o Fluminense por 2 a 1, no fim de semana, houve muita festa dos torcedores no Mineirão e o grito de "bicampeão" ecoou pelo estádio em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.