Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Atlético-MG completa um mês sem vencer e Levir promete 'tomar atitudes'

Clube marcou apenas um gol em cinco partidas no mês e tem vaga no G-6 ameaçada

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2018 | 11h46

A derrota para o Ceará na segunda-feira completou um outubro "sombrio" para o Atlético-MG. Ao longo do mês, o time mineiro não venceu sequer uma partida. Em quatro partidas no período, apenas um ponto foi conquistado e um gol foi marcado. Por isso, o técnico Levir Culpi prometeu analisar a situação para "tomar atitudes".

"O time está com uma boa pontuação, fez um campeonato regular. É um time bem treinado e respeitado por todos. Tem bons jogadores. Perdeu fôlego no final devido a alguns problemas. Temos que detectar o que está acontecendo. Vamos esperar, conhecer melhor o elenco para tomar as atitudes. Tem que reagir bem rápido", declarou.

O gol marcado por Cazares na derrota por 2 a 1 para o Ceará foi o único do Atlético-MG em outubro. O péssimo retrospecto recente fez a equipe estacionar na tabela e ver ameaçada uma vaga na Libertadores que parecia certa. Com 46 pontos, tem o mesmo número do Santos, primeiro time fora do G6, e pode ser ultrapassada já na próxima rodada.

"São vários problemas, mas não sabemos exatamente o que é. Se você já sabe quais são os problemas, vai direto em cima. São muitas coisas que acontecem num clube de futebol, então tem que ter calma para tomar decisão. Você vai cometer erros também", considerou Levir.

Apesar de reconhecer o momento ruim, Levir projetou uma rápida reação, já contra o Grêmio, sábado, no Independência, pela 32.ª rodada do Brasileirão. "O Atlético-MG vai voltar a ser o que é, eu tenho certeza disso. Conheço bem o Atlético-MG. Precisamos estar juntos novamente."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.