Atlético-MG conta com apoio da torcida diante do Santos

A partida contra o Santos, nesta quarta-feira, às 21h50, no Mineirão, pelas quartas de final da Copa do Brasil, está sendo encarada como a mais importante da temporada pelo Atlético-MG. O duelo contra a equipe sensação do futebol brasileiro na atualidade é também uma espécie de prova de fogo para o técnico Vanderlei Luxemburgo, que chegou ao clube mineiro no fim do ano passado prometendo levá-lo novamente a um título de expressão nacional - após quase quatro décadas desde a conquista da taça do Brasileirão de 1971.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

28 de abril de 2010 | 07h17

O treinador, que comandou o Santos no ano passado, se irritou durante a semana com o que considerou uma tendência da imprensa em transformar o confronto em uma disputa entre ele e os "Meninos da Vila". Luxemburgo classificou o Santos como "o time do momento no Brasil", mas destacou que o Atlético está preparado para a decisão.

Os jogadores do Atlético fizeram questão de ressaltar que respeitam, mas não temem o adversário. "Não podemos temer time nenhum mesmo. Jogando no Mineirão, a gente tem de se impor dentro de campo", avisou o veterano Júnior. "Temos que jogar bem. Não tem o time melhor, tem aquele que joga melhor", resumiu o goleiro Aranha.

Para ajudar o Atlético nessa difícil missão, o Mineirão estará lotado nesta quarta-feira. "Vai ser o jogo do momento até agora", destacou o atacante Diego Tardelli. "Respeitamos a equipe do Santos, mas não temos medo de jogar contra a equipe do Santos. Vamos jogar no Mineirão, na nossa casa, diante da nossa massa."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.