Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Atlético-MG defende a ponta do Brasileirão contra o Sport, em Recife

Líder do Campeonato Brasileiro, time alvinegro só deverá ter como desfalques Richarlyson e André

MARCELO PORTELA, Agência Estado

21 de julho de 2012 | 09h01

BELO HORIZONTE - O Atlético Mineiro enfrenta o Sport, neste sábado, tentando manter fora o mesmo desempenho que tem mostrado em casa e que levou o time à primeira posição da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Esse, segundo o técnico Cuca, é o espírito que a equipe alvinegra deve ter ao entrar em campo no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, a partir das 18h30, para a partida da 11ª rodada da competição. "Nós temos que jogar da mesma forma em casa e fora. Não temos mexido na estrutura da equipe. Só uma peça ou outra", ressaltou.

Na última partida fora de casa, no último sábado, o Atlético passou por dificuldades no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, diante do Figueirense e só conseguiu manter o aproveitamento com uma espetacular virada para 4 a 3.

Para a partida, Cuca terá a equipe quase completa à disposição. Os dois desfalques confirmados, Richarlyson e o atacante André, já não vinham atuando no grupo principal. Com isso, a única dúvida do técnico para o jogo é a presença de Guilherme desde o início ou como opção no banco - neste caso jogaria Jô -, pois o atacante recuperou-se recentemente de lesão e só atuou nas duas últimas rodadas do Brasileirão.

"A gente tem que pesar algumas situações. A primeira delas é conversar com o Guilherme, que terminou a partida contra o Internacional depois de muito tempo sem jogar. Vamos ver se ele tem condição de aguentar 90 minutos porque tem que respeitar isso", disse Cuca.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.