Atlético-MG derrota Fluminense por 1 a 0

O Fluminense complicou ainda mais sua situação na tabela de classsificação da Série A do Campeonato Brasileiro, ao ser derrotado pelo Atlético-MG, por 1 a 0, neste domingo à noite, em Édson Passos. Apesar das oportunidades de gol criadas pelo Tricolor no segundo tempo, acertou cinco bolas na trave, o time carioca não impediu o mal resultado, que o deixou em penúltimo lugar com 32 pontos, em 33 jogos. E há quatro pontos dos outros adversários que lutam para não cair: Bahia, Figueirense e Fortaleza. O time mineiro totalizou 54. Ambas equipes cometeram vários erros de passes e pouco criaram ofensivamente durante o primeiro tempo. O gol do Atlético-MG, aos dez minutos, surgiu de um rápido contra-ataque, que surpreendeu a defesa tricolor, após uma triangulação entre o atacantes Alex Alves e Fábio Júnior, antes da conclusão do meia Lúcio Flávio. No segundo tempo, por necessitar de um bom resultado, o Fluminense melhorou seu desempenho, principalmente, após o técnico Joel Santana ter abandonado a formação tática defensiva. O treinador substituiu o lateral-direito Jancarlos e o volante Rodolfo Soares pelo meia Zada e o atacante Sorato. Depois, o também volante Sidney cedeu lugar lugar para o meia Lopes. O resultado das mudanças foram cinco bolas na trave acertadas pelo atacantes Joãozinho e Marcelo, além do meia Carlos Alberto, Zada e Sorato. A medida em que desperdiçavam as oportunidades, os jogadores do Fluminense demonstravam nervosismo em campo e ansiedade pelo gol que não ocorreu. Já o Atlético-MG tocou a bola para assegurar a vitória fora de casa e ficar com a quinta posição na tabela do Nacional. O time mineiro somente ameaçou o Tricolor no final da segunda etapa porque, totalmente desfigurado defensivamente, os jogadores do time carioca passaram a dar espaços em campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.