Atlético-MG e Flamengo empatam e ampliam crise

Mineiros continuam na zona de rebaixamento e cariocas chegam à 10.ª partida sem vitória

Aline Reskalla, Agência Estado

22 de setembro de 2011 | 00h14

SETE LAGOAS - Num jogo fraco, Atlético-MG e Flamengo empataram por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). O resultado foi o reflexo da situação que os dois times enfrentam no Brasileiro. O Flamengo, há dez rodadas sem vencer, se manteve em sexto lugar na tabela, com 38 pontos, sete a menos que o líder São Paulo. Ainda na incômoda zona do rebaixamento, o Atlético fica na 17.ª posição, com 25 pontos, dois menos que o Ceará, o primeiro fora das quatro últimas colocações.

No sábado, o Flamengo enfrenta o lanterna América-MG, no Engenhão. O Atlético-MG pega o Internacional no domingo, no Beira-Rio. Neste jogo, o time mineiro não terá Leonardo Silva e Cuca, que foram julgados no STJD e estarão cumprindo suspensão no final de semana.

O jogo desta quarta-feira foi marcado pela falta de criatividade e por muitos erros de passe, nas duas equipes. Atlético começou o jogo com maior domínio da posse de bola, atacando mais e voltando rápido para marcar. Aos 11 minutos, a equipe já havia chegado com perigo duas vezes ao gol rubro-negro, exigindo boas defesas de Felipe. Mas parou por aí. Nova chance só veio aos 41 minutos, com Magno Alves cabeceando para fora.

Do outro lado, o Flamengo tinha claras dificuldades para chegar até a área atleticana. Entre os lances de perigo, aos 6 minutos Jael chutou de fora da área e, aos 12, Renato também mandou uma bomba que passou perto do gol. Ronaldinho Gaúcho, muito marcado, só conseguiu jogar depois do intervalo.

Para o segundo tempo, o técnico Cuca trocou Wesley por André. Logo no primeiro lance, ele chutou de longe, mas a bola saiu. Aos 4 minutos, o atacante sofreu falta na entrada da área, que Daniel Carvalho cobrou com perfeição, no ângulo, sem chances para o goleiro Felipe.

O gol levantou a torcida da casa e acordou o Flamengo, que tentou colocar pressão. Aos 16, Ronaldinho aproveitou uma sobra de bola e chutou forte. A bola passou debaixo das pernas do Daniel Silva e foi direto para o gol. O Flamengo melhorou bastante após o empate e teve algumas chances de virar, sem sucesso.

O resultado não agradou a nenhuma das equipes. "É bom fazer o gol. Me senti muito à vontade no segundo tempo, mas infelizmente a vitória não veio", lamentou Ronaldinho Gaúcho, antes de deixar o campo. Ele tomou o terceiro cartão amarelo e desfalca o Flamengo contra o América-MG, no próximo sábado.

"Não tem explicação o resultado, a gente precisa ter tranquilidade. O importante é que a equipe construiu bastante. O Flamengo teve chance de virar o jogo e nós conseguimos segurar o empate", disse Réver, o destaque atleticano na partida.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 1 FLAMENGO

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre (Dudu Cearense), Fellipe Souto, Bernard e Daniel Carvalho; Magno Alves (Renan Oliveira) e Wesley (André). Técnico - Cuca

Flamengo - Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Wellinton e Júnior César; Airton (Boccinelli), Willians, Renato e Tiago Neves (Negueba); Ronaldinho Gaúcho e Jael (David). Técnico - Vanderlei Luxemburgo

Gols - Daniel Carvalho, aos 4, e Ronaldinho Gaúcho, aos 16 minutos do segundo tempo

Árbitro - Paulo César Oliveira (SP-Fifa)

Cartões amarelos - Alex Silva, Ronaldinho Gaúcho, Fellipe Souto, Pierre e Serginho

Cartão vermelho - Serginho

Renda - R$ 144.590,00

Público - 13.940 pessoas

Local - Arena do Jacaré, Sete Lagoas (MG)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.