Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reprodução
Reprodução

Atlético-MG é multado por cusparadas de torcedores em Tite

Técnico reclamou e se protegeu dos ataques com uma capa

MARCIO DOLZAN, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2015 | 15h29

O Atlético Mineiro foi multado em R$ 35 mil devido às cusparadas desferidas por alguns de seus torcedores no técnico Tite, do Corinthians, no jogo entre as equipes disputado no estádio Independência, em Belo Horizonte, no último dia 1.º, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A decisão é da 5.ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que julgou o caso nesta sexta-feira, no Rio.

Naquela partida, vencida pelo time paulista por 3 a 0, Tite acabou usando um agasalho e vestindo o capuz quando saía para dar instruções à equipe por conta da ação de um grupo de atleticanos postados logo atrás do reservado corintiano. A ação mereceu até mesmo intervenção do técnico do Atlético, Levir Culpi, que pediu que os torcedores parassem com as cusparadas.

Na súmula, o árbitro catarinense Heber Roberto Lopes relatou que "aos 15 minutos de jogo foi solicitado ao policiamento dentro do estádio que reforçasse o contingente de policiais atrás do banco de suplentes da equipe do Corinthians em virtude dos torcedores do Atlético-MG, localizados atrás deste banco, estarem cuspindo no treinador".

Por conta disso, a procuradoria do STJD denunciou o Atlético no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de desordem na praça de desporto. O clube corria o risco de ser multado em até R$ 100 mil, além da perda de até 10 mandos de campo.

Por unanimidade, os auditores decidiram punir o clube mineiro em R$ 35 mil. Caso alguma das partes recorra à sentença, o caso terá uma decisão final no Pleno do STJD.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.