Atlético-MG e Paraná empatam e se complicam no Brasileirão

Resultado é ruim para ambos, que luta para escapar da zona de rebaixamento; clube paranista no desespero

Eduardo Kattah, especial para o Estadão

31 de outubro de 2007 | 23h08

Atlético-MG e Paraná empataram por 0 a 0 na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi ruim para as duas equipes. Diante de sua torcida, o Galo perdeu a chance de conquistar mais três pontos para se distanciar ainda mais da zona de descenso e ingressar no grupo que disputa a classificação para a Copa sul-americana.  Veja também: Classificação Calendário / Resultados  O time do técnico Emerson Leão soma agora 45 pontos. Já a equipe paranaense, com 38 pontos, continua seriamente ameaçada de rebaixamento para a Série B do Brasileirão.  No primeiro tempo, o time de Curitiba aproveitou-se da desarticulação alvinegra e dominou as ações ofensivas, chegando a sufocar a equipe mineira em pleno Mineirão. Mas desperdiçou várias chances de abrir o marcador. Prova da superioridade do Paraná foi que o goleiro atleticano Juninho se configurou como o destaque atleticano na etapa inicial.   Atlético-MG0Juninho; Coelho, Marcos    , Vinícius     e Thiago Feltri; Xaves, Bilu (Marquinhos), Gérson     e Marcinho (Tchô); Marinho e Vanderlei (Lúcio)Técnico: Emerson Leão Paraná Clube0Gabriel; Alex (Giuliano    ), Nem, Neguette e Paulo Rodrigues   ; Goiano   , Jumar, Adriano (Batista) e Robson (Everton); Josiel e VandinhoTécnico: Saulo de FreitasÁrbitro: Sálvio Spinola Filho (SP)Renda: R$ 183.515,00Público: 34.879 pagantesEstádio: Mineirão, Belo HorizonteNos 45 minutos finais, o Galo voltou com mais disposição. Logo no início, o lateral-direito Coelho cobrou falta da intermediária e quase inaugurou o placar ao acertar o travessão do gol de Gabriel. A equipe paranaense, porém, continuou levando grande perigo nos contra-ataques e obrigando Juninho a fazer grandes intervenções e se consolidar como o principal nome do jogo.  Os atleticanos reconheceram a falta de inspiração do time. "Foi um ponto conquistado, não dois perdidos", disse o atacante Marinho. "Porque nós deixamos a desejar e, na minha opinião, o Paraná merecia a vitória".  Na próxima rodada, a equipe do técnico Saulo de Freitas recebe o Goiás, em Curitiba, no sábado. O Atlético enfrenta o Santos, no domingo, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.