Atlético-MG é punido por mosaico da torcida em protesto contra CBF

No jogo contra o Fluminense, a torcida desenhou a sigla 'CBF' de ponta-cabeça

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2012 | 19h01

BELO HORIZONTE - O Atlético-MG foi punido nesta quinta-feira por um ato da sua torcida. Mas não foi nada que envolveu violência, apenas críticas à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o clube mineiro acabou multado em R$ 10 mil. Não cabe recurso.

O processo em questão se refere ao mosaico feito pela torcida na arquibancada atrás de um dos gols do Independência na partida contra o Fluminense. Reclamando suposto favorecimento ao time carioca, o mosaico escrevia "CBF" de ponta-cabeça e nas cores verde, vermelha e branca, as mesmas do Flu. Outras faixas levadas pelos torcedores naquela partida, válida pelo segundo turno, incluíam críticas aos árbitros - "Apito amigo" - e ao próprio STJD - "Vergonha STJD".

O julgamento desta quinta-feira aconteceu em segunda instância. Na primeira, o clube fora inocentado pelo STJD, que agora resolveu aplicar multa de R$ 10 mil baseado no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Os auditores entenderam que o clube deveria inibir o protesto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.