Pedro Souza / Atlético-MG
Pedro Souza / Atlético-MG

Atlético-MG elimina o Fluminense e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

Único gol da partida no Mineirão foi marcado por Hulk, de pênalti, no segundo tempo

Wilson Baldini Jr., Estadao Conteudo

15 de setembro de 2021 | 20h59

O Atlético-MG garantiu vaga na semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ao derrotar o Fluminense, por 1 a 0, no Mineirão. A equipe mineira já havia vencido o duelo de ida, no Rio, por 2 a 1. 

Apesar do resultado do primeiro duelo, Atlético-MG e Fluminense mantiveram no início suas características. Com isso, a pressão foi dos mineiros, enquanto os cariocas priorizaram a marcação, a ponto de Luiz Henrique se preocupar mais com a marcação sobre Arana do que em atacar.

Com isso, as melhores oportunidades surgiram para o time da casa, com Allan e Hulk, ambas antes dos dez primeiros minutos. Na primeira oportunidade, Marcos Felipe defendeu e na segunda a finalização passou perto da meta carioca.

A partir dos 20 minutos, o Fluminense passou a ter a iniciativa, com ataques pelos lados do campo. Aos 29, Fred cabeceou e Everson fez grande defesa. No ataque seguinte, o goleiro atleticano errou feio e a bola sobrou para Luiz Henrique com a meta livre, mas o atacante mandou para fora.

Assustado com a pressão do rival, o Atlético tentou voltar a dominar, mas bateu de frente com uma forte defesa do Fluminense. O time de Cuca só foi obter um lance perigoso, aos 42 minutos, mas Vargas não alcançou o cruzamento de Zaracho.

Cuca colocou Diego Costa no intervalo no lugar de Vargas e o experiente atacante criou duas boas oportunidades nos primeiros quatro minutos. Uma para Zaracho e outra para Nacho, mas sem sucesso. A pressão atleticana continuou e o cruzamento de Mariano desviou no cotovelo de Danilo Barcelos. O VAR apontou e o pênalti foi marcado. Hulk fez 1 a 0, aos dez minutos.

Com a necessidade da vitória, o Fluminense foi para o ataque e Caio Paulista quase empatou, aos 17. Um minuto depois, Diego Costa quase ampliou para o Atlético, após contra-ataque puxado por Hulk. Aos 23, Igor Rabello acertou uma cabeçada na trave de Marcos Felipe.

O técnico Marcão colocou Bobadilla, Abel Hernández e Gustavo Apis em busca de maior agressividade para o Fluminense, mas quem ficou mais perto de mexer no placar foi o Atlético. Diego Costa e Arana quase fizeram o segundo.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 1 x 0 FLUMINENSE

ATLÉTICO-MG - Everson; Mariano, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Réver), Allan e Nacho Fernández (Sasha); Zaracho (Keno), Hulk (Nathan) e Vargas (Diego Costa). Técnico: Cuca.

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Wellington (Arias), Nonato (Calegari) e Yago Felipe; Luiz Henrique (Bobadilla), Fred (Abel Hernández) e Caio Paulista (Gustavo Apis). Técnico: Marcão.

GOLS - Hulk, aos dez minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Danilo Barcelos, Yago Felipe, Zaracho.

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem público.

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.