Bruno Cantini / Twitter / Atlético-MG
Bruno Cantini / Twitter / Atlético-MG

Atlético-MG empata com o Boa e deixa zona de classificação do Mineiro

Time alvinegro precisará demonstrar reação no clássico contra o Cruzeiro, na próxima rodada

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2020 | 21h51

Pela primeira vez em sete rodadas, o Atlético-MG está fora da zona de classificação às semifinais do Campeonato Mineiro. Na noite deste domingo, poucas horas depois do anúncio da contratação do técnico Jorge Sampaoli, o time de Belo Horizonte ficou no empate com o Boa por 1 a 1, no estádio Dilzon Melo, em Varginha. Wesley, contra, marcou para os atleticanos, enquanto Romário deixou tudo igual.

Com o resultado, o Atlético-MG caiu para o quinto lugar, com 12 pontos, sendo ultrapassado pelo rival Cruzeiro, com 14, que venceu o Uberlândia por 2 a 1. O Boa é o nono colocado, com seis, dois à frente do Villa Nova, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Mesmo que não tenha sido um primor de técnica, o jogo acabou marcante para um jogador do Boa. O lateral Ferreira voltou aos gramados depois de oito meses se recuperando de um tumor nos testículos.

Ainda sem Sampaoli, o Atlético foi a campo escalado pelo interino James Freitas com um time mais leve no meio-campo, com Jair e Allan como volantes. Com mobilidade, a equipe foi melhor e criou oportunidade logo aos 18 minutos com Ricardo Oliveira, após passe de Nathan.

O Atlético-MG conseguiu transformar a superioridade em gol ainda no primeiro tempo. Aos 33 minutos, Allan infiltrou no campo de ataque e tentou o cruzamento. A bola desviou no zagueiro Wesley e morreu no fundo das redes. O final de primeiro tempo foi animado.

Léo Goteira obrigou Victor a trabalhar e chute cruzado, enquanto o Atlético-MG respondeu em cabeçada de Hyoran, que parou em Renan. Em seguida, o goleiro do Boa não pode fazer nada, mas Jair acabou acertando a trave.

Após o intervalo, o Boa se lançou ao ataque e Victor teve que trabalhar logo aos sete minutos para evitar o empate. O tempo foi passando e o ímpeto dos donos da casa esfriando. Com isto, o Atlético-MG conseguiu segurar o placar, sem se interessar com o ataque.

A valentia do Boa foi premiada aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da área e Romário emendou de perna esquerda. Victor ainda tentou salvar, mas não conseguiu. Só depois de tomar o gol, o Atlético saiu ao ataque.

Otero tentou de longe e Renan fez grande defesa. As bolas paradas do venezuelano acabaram sendo a única forma do Atlético-MG chegar à meta do adversário. Desta forma, o Boa se fechou ainda mais e conseguiu arrancar o empate.

Na oitava rodada, o Atlético-MG vai ter o clássico com o Cruzeiro, marcado para sábado, no Independência, a partir das 19 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.