Pedro Souza/ Atlético
Pedro Souza/ Atlético

Atlético-MG empata com Tombense na volta e confirma 15ª final seguida no Mineiro

Eduardo Sasha marca único gol da equipe atleticana, que espera por América-MG ou Cruzeiro na decisão

Redação, Estadão Conteúdo

08 de maio de 2021 | 19h00

Entrando em campo quase que de forma protocolar, apenas para confirmar as expectativas, o Atlético-MG empatou com o Tombense neste sábado, por 1 a 1, no Mineirão, e garantiu de forma tranquila uma vaga na final do Campeonato Mineiro, a 15ª decisão consecutiva da equipe de Belo Horizonte no Estadual.

Além de um óbvio favoritismo em cima do time do interior, os atleticanos já vinham com um pé na final pelo resultado de 3 a 0 conquistado na ida. Foi só administrar.

Com o bom resultado na Copa Libertadores, no meio de semana, e para tentar manter os principais titulares descansados e longe de eventuais lesões, o técnico Cuca optou por colocar parte do time reserva em campo nesta semifinal, com a volta de Diego Tardelli como titular, em sua terceira passagem pelo clube. O atacante Hulk, o grande destaque da equipe nos últimos jogos, foi poupado e ficou no banco, assim como o volante Tchê Tchê.

Agora, o Atlético espera o resultado do confronto entre América-MG e Cruzeiro, neste domingo, pela outra semifinal, para saber quem será o adversário na decisão. Mesmo com a larga vantagem conquistada no jogo de ida, o Atlético-MG se impôs assim como no jogo de ida. Esteve com a posse praticamente todo o primeiro tempo, sem dar muitas chances para o Tombense criar jogadas e sequer pensar no que fazer com a bola.

Logo aos 7 minutos, o atacante Eduardo Sasha marcou o seu primeiro gol na atual temporada em um desvio de cabeça, após cobrança de escanteio realizada por Hyoran. Depois disso, o primeiro tempo esfriou bastante, com poucas chances de cada lado e sem qualquer demonstração de reação por parte do Tombense, que precisava de cinco gols para avançar na competição.

Com um segundo tempo um pouco mais movimentado, Matheus Mendes, goleiro que foi destaque no jogo de ida após expulsão do goleiro titular Everson, apareceu algumas vezes, principalmente com as investidas do perigoso atacante Keké.

Aos 33, veio o empate dos visitantes no Mineirão. Em ótima jogada de Jean Lucas, o meio-campista deu uma bela enfiada, passando pelo meio dos zagueiros do Atlético, para Caíque, que vinha em velocidade. O atacante, ao chegar na área, apenas deu um toque sutil na saída de Mendes, deixando o placar em 1 a 1.

Mas, como a vantagem no agregado era muito boa para o Atlético-MG, por causa do jogo de ida, a classificação veio facilmente e sem sustos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.