Atlético-MG escala equipe mista contra o Palmeiras

O técnico Dorival Júnior já havia adiantado que a prioridade do Atlético Mineiro é evitar a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro e por isso irá escalar um time misto no confronto desta quarta-feira contra o Palmeiras, às 19h45, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), pela rodada de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

27 de outubro de 2010 | 08h02

A equipe que entra em campo não terá o atacante Obina, principal destaque da vitória por 4 a 3 sobre o rival Cruzeiro, no último domingo, que tirou o time alvinegro da zona de rebaixamento do Brasileirão após 21 rodadas. Diego Tardelli também será poupado e a dupla de ataque será formada por Ricardo Bueno e Neto Berola. No trabalho tático realizado nesta terça, o treinador indicou que deverá optar por um esquema com três zagueiros: Jairo Campos, Cáceres e Werley.

Para Dorival, "seria muito complicado" escalar a força máxima na Sul-Americana diante do pouco tempo de recuperação para o próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro - no sábado contra o Botafogo, novamente em Sete Lagoas. "O desgaste é muito grande. Isso ficou evidenciado na última partida (na derrota por 1 a 0 para o Independiente Santa Fé, na Colômbia, que mesmo assim valeu a classificação para as quartas) onde os atletas que viajaram chegaram na sexta-feira de madrugada. Com certeza, se tivéssemos optado pela equipe titular, teríamos tido muito problema no clássico".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.