Atlético-MG está na final do Mineiro

O Atlético-MG podia perder por uma diferença de quatro gols, mas venceu a Caldense por 3 a 1, neste sábado, no Mineirão, pelo jogo de volta das semifinais do Campeonato Mineiro. Com o resultado, o Atlético é o primeiro finalista do Estadual e agora aguarda o adversário que irá sair do confronto entre Cruzeiro e América. Os gols do Alvinegro foram marcados por André Luiz, Dejair e Juninho. Toledo descontou para o time de Poços de Caldas. Com a larga vantagem sobre a Caldense, o Atlético até que começou a partida buscando as jogadas de ataque. Aos 22 minutos, depois de fazer uma boa jogada, o atacante Alex Mineiro arriscou da entrada da área com violência. O goleiro Alencar não segurou e André Luiz apareceu para fazer o primeiro gol do Atlético. Foi o segundo gol do zagueiro no Estadual. Depois do gol, o Alvinegro deu a impressão de que iria aplicar uma goleada na Caldense. Com uma boa movimentação no meio-campo, o time chegava com facilidade à defesa adversária. Até que aos 36minutos, depois de mais uma boa troca de passes pelo meio, Alex Mineiro saiu da área, recebeu e lançou para Dejair. O atacante dominou, girou o corpo e bateu cruzado para fazer Atlético 2 a 0. Já com resultado garantido, os jogadores do Atlético, visivelmente, passaram a tocar a bola e administrar o resultado. Foi então que a Caldense aproveitou para subir ao ataque, com jogadas iniciadas pelo atacante Milton, que teve boas chances de diminuir. Mas, aos 43 minutos, quem marcou foi Toledo, aproveitando rebote do goleiro Eduardo. Na volta para o segundo tempo, dava a impressão de que a Caldense iria pressionar o Atlético para tentar chegar ao empate. E a Caldense teve até chances para isso com Milton. Porém, o atacante tentava resolver sozinho, em jogadas individuais que acabavam em finalizações erradas. A partida continuou morna, durante a maior parte do segundo tempo, com o Atlético tocando a bola e a Caldense sem forças para reagir. Quando parecia que a partida estava decidida, o Atlético ampliou o placar. Aos 48 minutos, já nos acréscimos, Juninho recebeu na entrada da área, levantou a cabeça e bateu colocado. A bola entrou no ângulo esquerdo de Alencar, que nada pôde fazer para evitar o golaço, que fechou o placar: 3 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.