Atlético-MG faz jogo decisivo contra o Grêmio no Sul

Após colecionar fracassos dentro de campo no ano de seu centenário, quis o destino que o Atlético Mineiro, mesmo que indiretamente, acabasse envolvido numa decisão na última partida da temporada. Depois de afastar o risco de rebaixamento para Série B e já tendo assegurado vaga na Copa Sul-Americana de 2009, o time enfrenta neste domingo o Grêmio, às 17 horas, no estádio Olímpico, pela rodada decisiva do Brasileirão.O time gaúcho necessita de um triunfo para tirar do São Paulo o título de campeão. Caso a equipe mineira arranque uma vitória ou mesmo um empate no Sul, a conquista são-paulina estará garantida mesmo na hipótese de derrota para o Goiás.No CT do Atlético, em Vespasiano, ninguém duvida da "pedreira" que será enfrentar um adversário que disputa o título nacional, joga em casa e terá o apoio de uma grande torcida. Mas a motivação é redobrada diante da possibilidade de projeção para os jogadores e comissão técnica.O treinador insistiu com os atletas que uma participação decisiva do time na rodada final pode significar futuras oportunidades ou reconhecimento da diretoria no momento de uma eventual renovação de contrato. Sabe que o mesmo serve para ele.Ciente da importância do jogo, Oliveira desistiu da idéia de poupar titulares. A principal ausência é a do atacante Marques, vetado pelo departamento médico. Ele será substituído por Pedro Paulo.Para tirar proveito do ímpeto gremista, o técnico pediu que seu time não jogue "acuado". "O Grêmio deve fazer diferente do que fez durante o campeonato. Deve sair com tudo, pressionando muito. Por isso, temos que ter cuidado para equilibrar a partida", observou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.