Divulgação
Divulgação

Atlético-MG fecha por cinco anos com parceiro canadense

Clube mineiro estreará uniforme da Dryworld na Libertadores

Estadão Conteúdo

28 Janeiro 2016 | 15h49

O Atlético Mineiro oficializou nesta quinta-feira o acordo com a sua nova fornecedora de material esportivo. O clube de Belo Horizonte passará a utilizar os uniformes da empresa canadense Dryworld, que vai suceder a Puma e assinou um contrato por cinco anos.

O acerto ente Atlético-MG e a Dryworld foi fechado ainda em 2015, mas apenas nesta quinta foi oficializado. E embora os valores envolvidos no contrato não tenham sido revelados, a direção do clube afirma que este "é o maior contrato da história do clube e um dos 3 maiores do Brasil".

Em comunicado oficial, o Atlético explica que só começará a usar o uniforme com a marca do fornecedor de material esportivo canadense na sua estreia na Copa Libertadores, no duelo com o Melgar, no dia 17 de fevereiro, no Peru. Assim, nos seus próximos duelos pelo Campeonato Mineiro e pela Copa Sul-Minas-Rio, seguirá usando o material da Puma.

"O Atlético foi escolhido como o primeiro clube de futebol a vestir a marca Dryworld e será o principal representante da marca no Brasil. Fechamos um contrato recorde para o clube e vamos trabalhar junto a Dryworld para entregar o melhor material aos nossos torcedores" declarou o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno.

O Atlético, porém, não é o único clube a firmar contrato com a DryWorld, no primeiro ano de operação da empresa canadense no Brasil. Anteriormente, ela também anunciou acordos com o Fluminense e o Goiás.

O acordo com a Dryworld não é a única novidade do Atlético para 2016. Neste ano, o clube terá a Caixa Econômica Federal como seu patrocinador master. O clube vai receber R$ 12,5 milhões para expor a marca do banco estatal, que ainda não fez a sua "estreia" no uniforme do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.