Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Atlético-MG ganha e assume a segunda posição do Brasileiro

O Atlético Mineiro conseguiu uma importante vitória de virada por 3 a 2 sobre o Sport, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 31.ª rodada, em um jogo bem movimentado que deixou o time na segunda posição do Campeonato Brasileiro, atrás apenas do arquirrival Cruzeiro. Mesmo com a equipe completamente desfalcada, não só reverteu um placar desfavorável, mas ainda conseguiu marcar o terceiro com um a menos, após a expulsão do goleiro Victor no início do segundo tempo.

Marcelo Portela, Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2014 | 20h46

O resultado foi heroico para o Atlético, que entrou em campo sem poder contar com 13 atletas, vetados para a partida por motivos diversos. Só que foram esses desfalques que permitiram a Tiago fazer a sua estreia com a camisa atleticana em alto estilo, pois o zagueiro foi o autor do primeiro gol alvinegro. E a vitória foi conquistada no sufoco, pois, com a desvantagem numérica dos mineiros, o Sport conseguiu seu segundo gol aos 32 minutos do segundo tempo e pressionou bastante, obrigando o rival a jogar no contra-ataque boa parte da etapa final.

A vitória deixou a equipe alvinegra com 54 pontos, sete a menos que o Cruzeiro, que ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Figueirense. E o jogo confirmou a má fase do Sport, que não vence há oito partidas e permanece na 12.ª posição, com 37 pontos. No domingo, dia 2, o Atlético enfrenta o xará paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba, e o Sport recebe o Figueirense, no Recife.

Apesar de jogar fora de casa, o Sport entrou em campo dando a impressão de que não seria intimidado pelo adversário. A equipe pernambucana foi à frente e, após algumas tentativas sem sucesso, conseguiu abrir o placar. Aos 17 minutos, Rodrigo Mancha recebeu cruzamento de Diego Souza e soltou uma bomba. Victor defendeu, mas deu rebote para o próprio Mancha, que completou de cabeça.

Porém o Sport logo fez jus à má fase. O time se fechou atrás, só que a defesa não conseguiu impedir a armação das jogadas atleticanas. Os anfitriões começaram a criar oportunidades e chegaram ao empate aos 34 minutos com a cobrança de uma falta que deixou revoltada a torcida rubro-negra e rendeu um cartão amarelo para Diego Souza por causa de reclamações. Dátolo caiu fora da área ao tentar alcançar um cruzamento e Felipe Gomes da Silva assinalou infração. O estreante Tiago bateu forte e a barreira abriu espaço para a bola passar e morrer no fundo da rede.

O Atlético ainda perdeu boas chances de marcar outro ainda no primeiro tempo - até mesmo antes do primeiro -, mas a virada veio logo no início do segundo tempo. Maicosuel conseguiu avançar pelo meio e tocou para Dátolo, que limpou a jogada e chutou sem chance de defesa para Magrão. Logo depois, o time mandante levou um baque. Em um contra-ataque, Wendel ficou sozinho diante de Victor, que saiu da área em cima do volante e recebeu de cara o cartão vermelho.

Mesmo com um a menos, os anfitriões ainda se mantiveram no ataque e Maicosuel conseguiu encaixar belo chute aos 23 minutos. Magrão espalmou e ainda conseguiu defender uma tentativa de Carlos, mas deu novamente o rebote e o mesmo Carlos marcou o terceiro do Atlético. Mas o Sport sentiu mais confiança com a vantagem numérica para avançar.

Aos 32 minutos, o goleiro reserva Uilson, que também fez a sua estreia no time, cedeu um rebote e Diego Souza rolou para Danilo, completamente livre, completar. O Sport manteve a pressão, obrigando o Atlético a se fechar e jogar no contra-ataque até o apito final. "Graças a Deus deu tudo certo", desabafou Uilson.

Get Adobe Flash player

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 x 2 SPORT

ATLÉTICO-MG - Victor; Alex Silva (Pierre), Tiago, Jemerson e Douglas Santos; Josué, Marcos Rocha, Dátolo e Maicosuel (Marion); Cesinha (Uilson) e Carlos. Técnico: Levir Culpi.

SPORT - Magrão; Vítor, Henrique Mattos, Durval e Renê (Zé Mário); Rodrigo Mancha, Wendel (Ananias), Ronaldo (Danilo) e Ibson; Felipe Azevedo e Diego Souza. Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Rodrigo Mancha, aos 16, e Tiago, aos 34 minutos do primeiro tempo; Dátolo, aos 2, Carlos, aos 23, e Diego Souza, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Dátolo e Marcos Rocha (Atlético-MG); Diego Souza, Rodrigo Mancha e Durval (Sport).

CARTÃO VERMELHO - Victor (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MGSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.