Divulgação
Divulgação

Atlético-MG goleia Flamengo e se mantém na briga pela ponta

Mineiros continuam 5 pontos atrás do Corinthians na luta pelo título

LEONARDO AUGUSTO, Especial para o Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2015 | 18h13

De tudo o que pode dar emoção a uma partida de futebol, não faltou nada na goleada de 4 a 1 do Atlético contra o Flamengo, neste domingo, no Independência, em Belo Horizonte. Pênalti defendido, três gols somente no primeiro tempo, entre os quais um contra. O jogo foi disputado em tarde de muito calor pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado mantém o Atlético, agora com 52 pontos, a cinco do líder Corinthians. Com 41, o Flamengo segue sem conseguir se aproximar do G4. Os gols foram marcados por Marcelo (contra), Paulinho, Jemerson (2) e Dátolo.

O Atlético começou pressionando. Logo no primeiro minuto, Luan cobrou escanteio na primeira trave e Guerrero, no apoio à zaga, tirou. Aos cinco minutos, Thiago Ribeiro tentou voleio depois de cruzamento da direita. A bola espirrou e ninguém conseguiu empurrar para o gol. O Flamengo teve um pênalti a favor marcado aos 7 minutos.

Marcelo Cirino avançou e quando passava por Victor foi derrubado. No lance, o goleiro levou cartão amarelo. Alan Patrick cobrou e o guarda-metas alvinegro pegou, para delírio da torcida no Independência.

Aos 15 minutos, Marcelo fez contra depois de cruzamento da esquerda. No momento mais frenético da partida, três minutos depois, Canteros jogou para a área e Paulinho chutou: 1 a 1. O desempate veio aos 25 minutos, de bola parada. Dátolo cruzou e Jemerson cabeceou. O Atlético ficou novamente à frente no placar.

O time da casa ainda teve boa chance de ampliar com Luan que, cara a cara com Paulo Victor, perdeu. Aos 43 minutos, Guerrero recebeu pelo meio, driblou Victor e marcou, mas a arbitragem já assinalava impedimento do atacante.

Segundo tempo e, assim como no primeiro, o Atlético foi o primeiro a ameaçar o gol adversário. Aos 2 minutos, Marcos Rocha cruzou da direita, Thiago Ribeiro ajeitou e Luan, de cabeça, perdeu.

O alvinegro, porém, marcou novamente aos 9 minutos. Novamente de bola parada. Escanteio da direita e Jemerson, de cabeça de novo, marcou seu segundo gol na partida. O zagueiro por pouco não fez o quarto gol atleticano aos 19 minutos. Dátolo cobrou falta para dentro da área e Jemerson, desta vez, tentou com o pé esquerdo. A bola subiu demais e saiu.

O Flamengo, que não conseguiu na etapa complementar repetir o mesmo desempenho do primeiro tempo, levou o quarto gol aos 25 minutos, com um golaço. Dátolo deu lindo drible em Pará e soltou excelente chute da entrada da área, sem defesa para Paulo Victor.

Aos 32 minutos, Leonardo Silva desviou escanteio e a bola sobrou para Luan, que chutou em cima de Paulo Victor. Aos 39 minutos, em uma das poucas chances de gol do Flamengo no segundo tempo, Guerrero recebeu na área e acionou Canteros, que tentou chutar mas foi travado. E assim o jogo terminou em 4 a 1.

O Atlético vinha de goleada de 4 a 0, sofrida contra o Santos, na Vila Belmiro, na quarta-feira. No mesmo dia o Flamengo perdeu para o Coritiba por 2 a 0 no Mané Garrincha, com mando de campo da equipe rubro-negra e quase 70 mil pessoas no estádio, no recorde de público do Brasileirão de 2015.

Até a derrota para o Coritiba, o Flamengo marcava sequência de seis vitórias consecutivas na competição. No próximo domingo, o Flamengo joga contra o Vasco no Maracanã. Já o Atlético joga em Joinville contra o time da casa.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 4 X 1 FLAMENGO

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca e Dátolo (Josué); Luan, Thiago Ribeiro (Patric) e Lucas Pratto (Carlos). Técnico: Levir Culpi.

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará, Marcelo, Samir e Everton; Márcio Araújo, Canteros e Alan Patrick (Almir); Marcelo Cirino (Ederson), Paulinho e Guerrero (Kayke). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS - Marcelo (contra), aos 15, Paulinho, aos 18, e Jemerson 25 minutos do primeiro tempo; Jemerson, aos 9, e Dátolo, aos 25 do segundo.

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (SC).

CARTÕES AMARELOS - Victor, Everton, Luan e Canteros.

PÚBLICO - 20.203 pagantes.

RENDA - R$ 951.860,00.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.