Atlético-MG joga pela sobrevivência

Na última rodada da fase classificatória do Campeonato Mineiro, enquanto o Atlético-MG ainda luta para garantir uma vaga entre os quatro primeiros colocados e chegar às semifinais, o Cruzeiro se dá ao luxo de escalar um time praticamente reserva no jogo desta quarta-feira, às 21h45, contra o Ituiutaba, no Mineirão.No mesmo horário, também nesta quarta-feira, o Atlético enfrenta a URT, no estádio Independência. São grandes as chances de os dois maiores rivais do futebol mineiro se encontrarem na fase semifinal do campeonato.O Cruzeiro lidera a competição com 23 pontos e se vencer já garante o primeiro lugar. Nesse caso, irá enfrentar o quarto colocado na primeira fase, posto atualmente ocupado pelo Atlético, que soma 16 pontos. A equipe atleticana não pode mais alcançar o Ipatinga e a própria URT, ambos com 21 pontos, que ocupam, respectivamente, a segunda e a terceira posições - já estão classificados. O Atlético continua ameaçado por Villa Nova e Ituiutaba, ambos com 14 pontos, sendo que este último é justamente o adversário do Cruzeiro. Por conta disso, gerou polêmica a decisão do técnico Levir Culpi de relacionar apenas três titulares - o goleiro Fábio, o zagueiro Marcelo Batatais e o meia Wagner - para a partida desta quarta-feira. "As pessoas pensam pequeno, eu acho isso muito normal", defendeu-se Levir. Segundo ele, a intenção foi poupar alguns titulares e observar outros jogadores do elenco. "Nós é que fizermos essa situação no campeonato e temos que colher os frutos disso agora." De qualquer forma, o treinador do Cruzeiro não poderia mesmo contar com o atacante Fred, o volante Marabá e zagueiro Edu Dracena, todos suspensos. O volante Maldonado, na seleção chilena, é outro desfalque.Outros três jogos completam a rodada do Mineiro, nesta quarta-feira: Villa Nova x Valeriodoce, Ipatinga x Caldense e Guarani x Democrata.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.