Atlético-MG joga sério em Santo André

Escaldado pelas dificuldades enfrentadas na partida de ida contra a Catuense, quando estreou na Copa do Brasil, o Atlético-MG vai adotar uma postura cautelosa diante do Santo André, amanhã, às 21h45, quando faz o primeiro jogo do confronto. A derrota por 4 a 2 em Catu foi considerada uma "lição" pelo técnico do Galo, Paulo Bonamigo, que pediu aos jogadores mais empenho e atenção no ABC paulista. "Na Copa do Brasil não tem jogo fácil e nem sempre a melhor equipe conquista o título. Quem ganha é quem tem mais eficiência nos 180 minutos. Uma noite infeliz e você perde a chance de classificar. Temos que entrar concentrados", afirmou. Para o atacante Alex Mineiro, a partida é ideal para o time mineiro explorar os contra-ataques. "É o primeiro jogo e não podemos cometer o mesmo erro que cometemos contra a Catuense". Bonamigo deverá promover a volta do lateral-direito Carlinhos à equipe titular. Ele depende, no entanto, de uma decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Mineira de Futebol (FMF) para definir se escala André Luiz na zaga. O jogador será julgado pela expulsão contra o América-MG, pelo campeonato estadual. Ele é acusado de agredir o meia Wagner e pode ser punido com uma suspensão de até 540 dias. Se André Luiz não puder jogar, ele será substituído por Adriano.

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.