Atlético-MG mira briga pelo topo no Brasileirão diante do Vasco no Independência

O Atlético Mineiro recebe o Vasco, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, a partir das 16 horas, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, para voltar a entrar no G4 da competição com a vitória. A equipe do técnico Levir Culpi quer usar o fator casa para voltar a empolgar e iniciar uma série de triunfos que coloquem o time na briga pela ponta da tabela de classificação. A novidade do time de Minas Gerais deve ser a entrada de Giovanni Augusto no time titular.

Estadão Conteúdo

31 de maio de 2015 | 07h33

A presença do jogador no lugar de Carlos foi a diferença nos últimos coletivos comandados por Levir Culpi na Cidade do Galo. Os titulares treinaram com Rafael Carioca, Dátolo, Giovanni Augusto e Luan no meio de campo. Levir Culpi confirmou esta tendência para este escalação para este domingo. "A base é essa praticamente. Só se houver algum problema, mas a base é essa para o jogo contra o Vasco", disse o treinador, que comentou a opção por Giovanni Augusto na armação das jogadas.

"O Giovanni, na verdade, tem uma qualificação técnica muito legal. Tem o brilho nos passes, faz o time jogar. E o time que acerta passes tem uma possibilidade melhor de criar. Ele é esse jogador, também é finalizador, se aproxima bem da área, e tenho certeza que ele pode fazer uma boa partida e vai nos ajudar muito", analisou Levir Culpi.

O domingo também será mais do que especial para o zagueiro Leonardo Silva. Frente ao Vasco, no estádio Independência, o defensor completará 200 jogos pelo Atlético. O número é considerável, já que ele, que está no clube desde 2011, marcou 20 gols e está perto de se tornar o defensor que mais fez gols na história do time mineiro. Réver detém esta marca com 22.

O meia-atacante Guilherme, que participou de alguns coletivos antes do duelo, não estará nem no banco de reservas diante do Vasco. O próprio Levir Culpi confirmou a saída do jogador. Segundo o treinador, ele ainda terá uma conversa com o atleta para saber se o levará para o Sul, na próxima segunda-feira, quando a equipe viaja para Florianópolis para encarar o Avaí, na quarta. "Não, nenhuma (possibilidade de Guilherme figurar o banco de reservas contra o Vasco). Não vai nem no banco neste jogo", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.