Atlético-MG mira sequência de vitórias para virar líder do Brasileirão

Embalado por duas vitórias seguidas, sobre Flamengo e Joinville, o Atlético Mineiro assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e agora quer mais. A ideia na equipe é aproveitar a oscilação dos rivais neste início do torneio para atingir a dianteira da competição com uma sequência de triunfos. Foi o que revelou o lateral-direito Patric, que retorna ao time diante do Coritiba após cumprir suspensão automática no duelo com o Joinville.

Estadão Conteúdo

29 de junho de 2015 | 15h33

"Está havendo um equilíbrio muito grande. O Sport vem mantendo uma regularidade, mas a diferença para a Ponte Preta, oitava colocada, é muito pequena, as equipes estão oscilando muito. Espero que a gente possa embalar e conseguir uma sequência de vitórias. Quem consegue um acúmulo de quatro ou cinco vitórias seguidas dá uma distanciada e acho importante para nós embalar nesse momento e buscar a liderança. Mantendo uma regularidade, poderemos nos afastar um pouco, já que o campeonato está tão embolado", comentou.

Os resultados da nona rodada deixaram o Atlético-MG a um ponto do líder Sport, mas também com apenas um a mais do que a oitava colocada Ponte Preta, em uma demonstração do equilíbrio do Brasileirão. Por isso, o lateral-esquerdo Douglas Santos ressaltou a importância do time não tropeçar diante do Coritiba, que está na zona de rebaixamento, nesta quarta-feira.

"A gente sabe que os times de baixo querem vencer para sair do rebaixamento. São times difíceis de jogar, temos que manter o foco e fazer melhor do que fizemos contra o Joinville. O campeonato esta muito equilibrado esse ano e não podemos dar folga, temos que buscar pontuar a cada jogo e, contra o Coritiba, tentar buscar os três pontos que serão muito importantes para nós. A gente sabe que, pela qualidade do elenco do Coritiba, eles virão buscando o resultado, mas, em casa, temos que impor nosso ritmo", disse Douglas Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.