Daniel Munoz / AFP
Daniel Munoz / AFP

Atlético-MG não joga bem, mas vence Deportes Tolima na Copa Libertadores

Nacho Fernández e Tchê Tchê balançam as redes pela equipe mineira, que consegue somar pontos importantes na Colômbia

Redação, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2022 | 23h08

Apesar de não ter tido uma grande apresentação, o Atlético-MG obteve um resultado importante, nesta quarta-feira, ao vencer o Tolima, em Ibagué, na Colômbia, por 2 a 0, em jogo válido pela primeira rodada do Grupo D da Copa Libertadores.

Com o resultado, o Atlético-MG lidera a chave com três pontos, ao lado do Independiente del Valle, que bateu o América-MG, em Belo Horizonte, também por 2 a 0.

Os primeiros 15 minutos foram de pressão do Tolima. Só depois o Atlético-MG conseguiu ficar com a bola, mas errando muitos passes. O que proporcionou os contra-ataques, esperados pela equipe colombiana.

Com a velocidade espetacular do atacante Plata, a equipe da casa forçou o goleiro Everson a fazer duas boas defesas. Aos 34, Junior Alonso saiu jogando errado, Plata roubou a bola, tocou para Lucumi, que serviu Rangel, mas a finalização saiu errada.

Se o empate já era um resultado bom para a produção do Atlético-MG no primeiro tempo, a situação da equipe mineira ficou ainda melhor aos 44 minutos, quando Savarino fez linda assistência para Nacho abrir o placar. Foi o primeiro gol de times brasileiros no estádio do Tolima.

Os três minutos de acréscimos foram muito bons, porque o Tolima se lançou ao ataque e abriu espaços para o Atlético-MG. Com isso, cada equipe ainda teve mais uma oportunidade de marcar, mas sem sucesso.

O segundo tempo começou como o primeiro. Com pressão do Tolima e erros de passes do Atlético-MG. Com isso, a equipe colombiana ficou mais tempo em seu campo de ataque e só não empatou aos 11 minutos, com Junior Hernández, porque Everson fez grande defesa.

Ao perceber o mau momento do Atlético-MG, Antonio Mohamed colocou em campo Ademir e Tchê Tchê, com a intenção de melhorar a posse de bola da equipe. A alteração deu certo, mas o Tolima continuou na pressão e mais um gol poderia sair para qualquer lado. A decepção foi Hulk, que praticamente não pegou na bola.

E o gol saiu aos 34 minutos. Mais uma vez para o Atlético-MG, marcado por Tchê Tchê, após cobrança de escanteio pela esquerda e toque de Junior Alonso.

FICHA TÉCNICA

TOLIMA 0 X 2 ATLÉTICO-MG

TOLIMA - Domínguez; Marulanda, Moya, Eduar Caicedo e Junior Hernández; Rovira, Juan Ríos (Ureña), Plata, Cataño (Orozco) e Lucumí (Ibargüen); Michael Rangel (Gustavo Ramírez). Técnico: Hernán Torres.

ATLÉTICO-MG - Everson; Mariano, Godín, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Otávio), Dylan (Tchê Tchê) e Nacho Fernández (Rubens); Savarino (Ademir) e Hulk (Sasha). Técnico: Antonio Mohamed.

GOL - Nacho aos 44 minutos do primeiro tempo. Tchê Tchê aos 31 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alexis Herrera (Venezuela).

CARTÕES AMARELOS - Juan Ríos, Moya, Caicedo, Rovira.

RENDA E PÚBLICO - não divulgados.

LOCAL - Estádio Murillo Toro, Ibagué, Colômbia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.