Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Atlético-MG obtém efeito suspensivo e poderá usar Elias e Galdezani contra Inter

Atletas haviam sido punidos por insultos à arbitragem do jogo entre Palmeiras e Atlético Mineiro

Estadão Conteúdo

06 Agosto 2018 | 14h01

O Atlético Mineiro poderá contar com os volantes Elias e Matheus Galdezani no duelo com o Internacional, nesta segunda-feira, no Independência, na conclusão da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, após obter efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), com a reforma de decisão anunciada na sexta.

Na quinta-feira, a Quinta Comissão Disciplinar do STJD suspendeu Matheus Galdezani e Elias por duas partidas, além de punir o presidente Sérgio Sette Câmara com pena de 40 dias e multa de R$ 15 mil por incidentes na derrota por 3 a 2 para o Palmeiras, em 22 de julho, envolvendo a arbitragem. No dia seguinte, então, pedido de efeito suspensivo do Atlético-MG foi aceito apenas para o valor da multa.

Porém, nesta segunda-feira, o auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva optou por reconsiderar parcialmente o pedido de efeito suspensivo do Atlético-MG, o concedendo para Matheus Galdezani e Elias, embora tenha mantido a pena imposta ao presidente do clube.

Com isso, os meio-campistas, que tinham sido punidos por insultarem a arbitragem, estão liberados para jogar enquanto não ocorrer o julgamento deles no STJD. Isso inclui o duelo desta segunda com o Inter, restando a definição, por parte do técnico Thiago Larghi, se eles vão ser titulares ou não.

A tendência é de que isso ocorra e o Atlético-MG entre em campo com a seguinte formação: Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Carlos Gabriel; José Welison, Elias e Matheus Galdezani; Chará, Ricardo Oliveira e Luan.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.