Atlético-MG pega Ponte e quer embalar

Embalado por duas vitórias consecutivas, o Atlético-MG enfrenta neste domingo a Ponte Preta às 16h, no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo tenta dar seguimento à reação iniciada no último final de semana, quando venceu o Juventude em casa, encerrando um jejum de um mês sem triunfos. Na quinta-feira, o time mineiro derrotou o Figueirense, em Florianópolis, conquistando pela primeira vez duas vitórias seguidas na competição. Com 19 pontos, na 20ª colocação, o Atlético tenta escapar da zona de rebaixamento. Contra a Ponte, o técnico Marco Aurélio não poderá contar com o meia Fábio Baiano, expulso na última partida. O substituto deverá ser o atacante Luís Mário, que atuará improvisado na posição. Ponte Preta - Com ânimo renovado com a estréia do técnico Estevam Soares, que substitui Zetti, a Ponte Preta vai ao Mineirão, disposta a rescrever sua trajetória no Campeonato Brasileiro. Líder por oito rodadas seguidas, o time perdeu os últimos seis jogos, continuou com 33 pontos e despencou na tabela. O time mineiro ganhou seus dois últimos jogos e deixou a lanterna, embora tenha apenas 19 pontos. O novo técnico chegou no Majestoso sexta-feira e passou a ser a esperança da virada. Mas foi logo avisando que a partir de agora "o elenco vai pensar no campeonato jogo a jogo, sem sonhar com vaga na Copa Libertadores ou no título da temporada". O time perdeu o equilíbrio após a saída do técnico Osvaldo Alvarez, que se transferiu para o Verdy Tokyo, do Japão. Sem ele perdeu dois jogos com o interino Nenê Santana e quatro vezes com Zetti. "Vamos começar vida nova", promete Estevam Soares. Ao mesmo tempo que exige uma vitória já, ele arma o time com muitos cuidados defensivos. O trabalho tático e o coletivo de sexta-feira também foram reservados a várias experiências. Uma delas é a aposentadoria do esquema 4-5-1 para a adoção do ortodoxo 4-4-2, mas com quatro volantes de marcação no meio de campo: Éverton, Carlinhos, André Silva e Luciano Santos. Na defesa, além da volta de Thiago Matias, que cumpriu suspensão, na vaga de Luís Carlos, que participou da derrota para o Atlético Paranaense, por 2 a 0, o lateral-direito Rissut retorna de contusão e ocupa a vaga de Luciano Baiano. No ataque, devem jogar Izaías e Evando.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.