Atlético-MG perde o passe de Kim

O centroavante revelação Kim, do Atlético Mineiro, ganhou seus direitos federativos por decisão do juiz Gastão Júnior, da 12ª Vara da Justiça do Trabalho de Minas. O não recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) do atleta motivou a sentença, que traz sério prejuízo ao Atlético Mineiro, clube que o revelou e que tinha planos de vê-lo futuramente substituindo o titular Guilherme. O Departamento Jurídico do clube informou que irá recorrer em segunda instância. Segundo boatos em Belo Horizonte, Kim deve acertar com o Internacional gaúcho. Derrotas na Justiça do Trabalho viraram rotina para o Atlético, que já perdeu dessa maneira Valdir e Ramon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.