Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Atlético-MG perde outra e é lanterna

O Atlético-MG sofreu a sua oitava derrota no Campeonato Brasileiro. Desta vez, por 3 a 2, na tarde deste domingo, para o Atlético-PR, em partida válida pela 12ª rodada. Lima, Caetano e Fabrício marcaram para os paranaenses. Marques e Rubens Cardoso para os mineiros. Com o resultado, o Galo despencou para a 22ª posição, assumindo a lanterna isolada da competição, com apenas oito pontos. Já o Furacão subiu para o 20º lugar, agora com nove pontos. Na próxima rodada, os mineiros pegam o Fortaleza, no Castelão. Já os paranaenses recebem o Fluminense, na Arena da Baixada.Ocupando as duas últimas colocações na competição, as equipes entraram em campo em busca da recuperação. Os paranaenses tentavam esquecer a perda do título da Libertadores para iniciar uma nova fase no Brasileiro. Por outro lado, o Galo buscava encontrar o bom futebol não mostrado até agora na temporada. Contando com os erros e com o nervosismo do adversário, foi o Furacão que abriu o placar. Logo aos 10min, Lima ficou com a sobra, depois da jogada de Evandro, para fazer 1 a 0.Depois de sofrer o gol, o time mineiro passou a ser perseguido pelo seu torcedor. O técnico Tite tentou modificar a postura da equipe, colocando o volante Amaral no lugar do atacante Luís Mário. No máximo que conseguiu foi mais vaias do torcedor que ainda viu o Galo sofrer o segundo gol no final da primeira etapa. Aproveitando da desorganização do adversário, o Furacão ampliou, num contra-ataque, aos 43min. Caetano foi lançado por Evandro, passou por Danrlei e tocou para fazer 2 a 0.Pressionado pelo torcedor, o time mineiro voltou para o segundo tempo com mais um atacante. Euller entrou no lugar de Ataliba. A modificação deixou o Galo mais presente no ataque. E nas duas primeiras descidas ao campo adversário, o time mineiro conseguiu empatar a partida. Logo aos 4min, Fábio Júnior recebeu a bola na área e chutou para o gol. A bola rebateu na defesa e sobrou para Marques chutar forte, no ângulo direito do goleiro Diego. Aos 10min, o vaiado Rubens Cardoso recebeu lançamento, invadiu a área pelo setor esquerdo e chutou cruzado para fazer 2 a 2.Porém, após conseguir o empate, o Galo diminuiu a pressão e recuou. Já o Furacão aproveitou-se então para sair para o ataque. E no final da partida conseguiu o gol da vitória. Aos 39min, Fabrício cobrou falta de longa distância, com efeito, na direção da grande área. A bola passou por todo mundo, tocou no chão e enganou o goleiro Danrlei. O gol, no final, colocou o Galo na lanterna do Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.