Atlético-MG pode ter estreia de lateral contra a equipe do Coritiba

Equipe mineira está na sexta posição da tabela, com 26 pontos, e tem chance de colar no grupo dos líderes do Brasileirão

Marcelo Portela e Julio Cesar Lima , Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2014 | 08h45

O Atlético Mineiro pode chegar com novidade para enfrentar o Coritiba, neste domingo, 31, pelo Brasileirão. Apresentado há duas semanas, Douglas Santos deve fazer a sua estreia com a camisa alvinegra na partida pela 18.ª rodada da competição, marcada para as 16 horas no estádio Couto Pereira, na capital paranaense.

Equipe mineira está na sexta posição da tabela de classificação, com 26 pontos, e tem chance de colar no grupo dos líderes do Brasileirão. O Corinthians, o primeiro dentro do G4, tem 31. Mas o técnico Levir Culpi terá que fazer mudanças no grupo que entrará em campo. O titular Dátolo e seu substituto imediato, Luan, não poderão atuar para cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão vermelho e Marion será acionado entre os titulares.

Já a entrada de Douglas Santos está condicionada à situação de Pedro Botelho, que acusou dores no joelho no jogo contra o Palmeiras na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Pierre e Leandro Donizete foram liberados pelo departamento médico, mas devem ficar no banco de reservas.

Pelo time do Coritiba, equipe conta com duas novidades para iniciar a sua recuperação no Brasileirão. Na vice-lanterna com 15 pontos, o time paranaense conta com o retorno do meia Alex, recuperado de uma lesão na panturrilha, e o técnico Marquinhos Santos, que faz a sua estreia no comando do time dentro da competição. No meio da semana, pela Copa do Brasil, ele comandou a equipe na vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo.

Com a volta de Alex, o meia Martinuccio volta para a reserva. Na defesa, Leandro Almeida cumpre suspensão e Wellinton, que não jogou contra os cariocas por força contratual, retorna. No meio, o volante Rosinei, recém contratado, deve esperar a próxima rodada, pois está impedido de enfrentar o Atlético, a sua ex-equipe.

Para o meia Robinho, a mudança de treinador pode influenciar positivamente o grupo. "Já pudemos sentir uma diferença, pois o Marquinhos nos dá mais liberdade dentro de campo. Podemos mostrar mais dentro de campo", disse, se referindo ao antigo técnico Celso Roth, criticado pelo sistema utilizado em campo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.