Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Atlético-MG quer contratar o meia Raphael Veiga, do Palmeiras

Após ter trazido o volante Arouca, time tem interesse em se reforçar com outro jogador do clube paulista

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 de dezembro de 2017 | 07h00

O Atlético-MG está novamente disposto a se reforçar com um jogador do Palmeiras. Depois de trazer o volante Arouca e tentar conversas com o atacante Érik, o nome da vez no clube é o meia Raphael Veiga, de 22 anos, que foi pouco utilizado na equipe alviverde na última temporada e interessa à equipe do técnico Oswaldo de Oliveira para 2018 como oportunidade de empréstimo.

+ Weverton assina com o Palmeiras por cinco anos

+ Del Nero desafia: 'Que apresentem provas'

O meia revelado pelo Coritiba disputou 22 jogos pelo Palmeiras em 2017 e marcou dois gols. Veiga disse na última semana, em entrevista exclusiva ao Estado, que gostaria de ter sido mais utilizado. "Eu não joguei tanto quanto eu queria por diversos fatores, como as trocas de treinador que nós tivemos. Essas mudanças sempre complicam bastante o time. Foi um ano difícil para todos nós no clube", comentou.

O Palmeiras não pretende no primeiro momento liberá-lo por entender que o jogador tem potencial para se desenvolver nos próximos anos e ganhar mais espaço no time titular. Veiga disse não ter o interesse em sair do clube por considerar ter chances de ser escalado com mais regularidade. A equipe pagou cerca de R$ 4,5 milhões para contratá-lo no fim de 2016.

Veiga também despertou o interesse do Atlético-PR nas últimas semanas. O clube queria a vinda do meia para compensar a liberação antecipada do goleiro Weverton. O Palmeiras preferiu não atender a solicitação e decidiu pagar R$ 2 milhões para que o jogador ficasse livre quatro meses antes do fim contrato para assinar vínculo por cinco temporadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.