Atlético-MG recebe o Colo-Colo para ficar perto de avançar

Menos de uma semana depois de empatar por 0 a 0 com o Colo-Colo em Santiago, o Atlético Mineiro volta a se encontrar o clube chileno nesta quinta-feira, às 21h45, no Independência, com a intenção de encaminhar a sua classificação às oitavas de final da Copa Libertadores e também ficar próximo de garantir o primeiro lugar do Grupo 5.

Estadão Conteúdo

16 de março de 2016 | 07h30

Com sete pontos, o Atlético-MG fechou a terceira rodada da chave na liderança e com dois pontos a mais do que o Colo-Colo. Por isso, um resultado positivo diante da equipe chilena deixará o time em situação confortável para as três rodadas finais do seu grupo, sonhando em conseguir uma das melhores campanhas da competição.

Para isto, porém, o Atlético-MG terá que superar um desfalque de peso. O goleiro Victor sofreu lesão no joelho direito, precisará por uma artroscopia e deverá desfalcar o time por aproximadamente um mês. Nesse período, o herói do título da Libertadores de 2013 vai ser substituído por Giovanni. Outro desfalque do Atlético será o volante Leandro Donizete, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. E a sua vaga no meio-de-campo vai ser ocupada por Junior Urso.

Além disso, Robinho segue sendo dúvida para o confronto. O atacante ficou fora do primeiro duelo com o Colo-Colo por estar com febre, provocada pela picada de um inseto, mas treinou normalmente nesta terça-feira. Assim, pode até retornar ao time ou somente ficar no banco de reservas - nesse caso, o lateral-direito Patric voltará a ser improvisado no ataque atleticano.

No último fim de semana, como vem sendo recorrente nesta temporada, o técnico Diego Aguirre poupou os titulares em compromisso do Campeonato Mineiro, com exceção do meia equatoriano Juan Cazares, pensando na Libertadores. Tudo para fazer o time superar o adversário chileno nesta quarta no Independência.

O Colo-Colo vem de derrota no Torneio Clausura do Chile, ainda que tenha mantido a liderança da competição, e também estará desfalcado para o compromisso decisivo. O atacante Esteban Paredes, com uma lesão no tornozelo, nem viajou para o Brasil. E o zagueiro argentino Matías Zaldivia, contundido, também não deve ter condições de encarar o Atlético.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.