Atlético-MG tem missão difícil amanhã

Apesar de jogar em casa, o Atlético-MG tem uma missão dificílima amanhã (07), às 21h45, no Mineirão, diante do Santo André. Se quiser seguir na Copa do Brasil, o Galo terá de golear a equipe paulista por uma diferença de quatro gols, já que na primeira partida, no ABC, o time mineiro perdeu por 3 a 0. Se o placar do jogo da ida se repetir, a vaga será decidida nos pênaltis. Na semana em que antecede ao início da decisão do Campeonato Mineiro, os jogadores do Atlético tentam esquecer momentaneamente o clássico contra o Cruzeiro, no próximo domingo, e se concentrar na Copa do Brasil. Para o atacante Wagner, o Galo não tem escolha. A única forma de conseguir a classificação é "atropelar" o time paulista. A exemplo do que fez na partida contra a Catuense - quando a equipe mineira também necessitava de uma goleada para continuar na competição -, a diretoria alvinegra reduziu o preço dos ingressos para tentar atrair o torcedor. Contra o time baiano, o Atlético precisava vencer por 3 a 0 e aplicou uma goleada de 5 a 1. Não será desta vez que o técnico Paulo Bonamigo poderá contar com o armador Tucho, que continua vetado pelo departamento médico. Hoje, o jogador participou de um teste com bola no CT de Vespasiano, mas voltou a sentir dores no tornozelo esquerdo. Dessa forma, Dejair será mantido no time titular. Na lateral-direita, o treinador deverá promover o retorno de Carlinhos, que não atuou no final de semana pelo Estadual. Gripado, o volante Zé Luís não treinou ontem. Ele será avaliado hoje e, se não tiver condições de jogar, Hélcio ganha nova chance entre os titulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.