Atlético-MG tenta manter embalo para afastar perigo

Ainda em situação de risco no Brasileirão, o Atlético-MG quer aproveitar o embalo depois da vitória por 4 a 1 sobre o Flamengo, no último sábado, para garantir definitivamente a sua permanência na divisão de elite. Esse é o pensamento da equipe mineira, que entra em campo neste domingo para enfrentar o Palmeiras, a partir das 17 horas, no Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), pela 36ª rodada do campeonato.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 08h52

A três jogos do fim do Brasileirão, o Atlético-MG tem 39 pontos, ainda perigosamente perto da zona de rebaixamento. "Eu mantenho os pés no chão. O Atlético ainda está em uma situação bem difícil, bem complicada, porque tudo que nós conseguimos ao longo desse período será jogado para fora (com uma derrota)", afirmou o técnico Dorival Júnior, responsável pela recuperação do clube mineiro no campeonato.

O treinador teve uma conversa com os jogadores do Atlético-MG para que eles não percam o ritmo, apesar de o Palmeiras entrar em campo neste domingo com a equipe reserva - os titulares serão poupados para a Copa Sul-Americana. A ordem é concentração e dedicação redobradas nessa hora decisiva. "Aqui não há espaço para relaxamento", avisou Dorival Júnior.

DESFALQUE - Apesar de ter voltado na quinta-feira do Catar, onde defendeu a seleção brasileira no amistoso contra a Argentina na quarta - ficou apenas no banco de reservas -, o zagueiro Réver está fora da partida contra o Palmeiras. Com dores na coxa esquerda, ele foi vetado pelos médicos do Atlético-MG e será substituído por Lima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.