Atlético-MG terá 3 atletas julgados nesta terça no TJD

O Estadual de Minas Gerais terminou há mais de duas semanas, mas não para alguns jogadores do Atlético Mineiro. Nesta terça-feira, três atletas da equipe sentarão no banco dos réus do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). Eles serão julgados por suas condutas no segundo jogo da final, em que o time empatou por 1 a 1 com o Cruzeiro. O arquirrival, porém, ficou com o título graças à goleada por 5 a 0 conquistada na primeira partida.

AE, Agencia Estado

18 de maio de 2009 | 20h01

Os zagueiros Marcos e Welton Felipe e o volante Carlos Alberto estarão no TJD. O caso dos defensores é mais complicado. Denunciados por agressão, eles correm risco de serem suspensos de 120 a 540 dias. Caso a punição se confirme, os atletas terão de cumpri-la no Campeonato Brasileiro. Já Carlos Alberto, como foi denunciado em artigo que prevê pena de duas a seis partidas, terá que cumprir a eventual suspensão apenas se disputar novamente o Campeonato Mineiro.

Além dos jogadores, o ex-técnico Emerson Leão também será julgado pelo TJD de Minas nesta terça-feira e pode pegar um gancho pesado. O treinador foi denunciado por invadir o campo no intervalo do jogo para reclamar com o árbitro, e por isso está incluído em dois artigos. Em um, a pena é de 30 a 180 dias, e no outro a suspensão varia de 120 a 720 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético MineiroTJD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.