Atlético-MG terá desfalques contra Palmeiras

Além de deixar escapar o título do Campeonato Mineiro de 2004 na partida contra o Cruzeiro, domingo, o Atlético-MG sofreu duas baixas para o jogo de estréia no Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, quarta-feira, no Parque Antártica. O lateral-esquerdo Michel foi vetado pelo departamento médico do clube alvinegro e ficará entre 25 e 30 dias parado. O jogador sofreu uma contratura muscular na coxa esquerda. O técnico Paulo Bonamigo tem problemas também na outra lateral, pois Carlinhos foi atingido fortemente na canela direita - em dividida com o meia cruzeirense Alex - e deixou o gramado com suspeita de fratura, o que depois não se confirmou. O lateral-direito será reavaliado nesta terça para saber se tem condições de viajar para a capital paulista. Para o lugar de Michel, Bonamigo conta com a recuperação de Rubens Cardoso, que sofreu uma contratura na coxa direita e voltou aos treinamentos recentemente. O treinador, no entanto, está certo da presença do armador Tucho, que foi expulso após levar uma cabeçada do zagueiro Cris e deixou o campo com suspeita de fratura no nariz, que também não foi constatada após um exame no Mineirão. Revolta - Bonamigo se mantinha revoltado com a arbitragem de Alício Pena Júnior, a quem acusou de prejudicar o Galo na decisão do Estadual. O time alvinegro venceu por 1 a 0, resultado insuficiente, já que teria de derrotar a equipe celeste por uma diferença de pelo menos dois gols para levantar a taça. "É muito erro contra o Atlético", reclamou o treinador, sem esconder a irritação. "Nós estamos sendo cobrados, a nossa torcida está carente." O presidente do clube, Ricardo Guimarães, também disparou contra as atuações da arbitragem. "Fomos derrotados pelos árbitros nas duas partidas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.