Atlético-MG terá força máxima para se manter no G4 no Brasileirão

Atlético-MG terá força máxima para se manter no G4 no Brasileirão

Enquanto mineiros devem jogar na Fonte Nova com time titular, donos da casa atuam sem Kieza, Rafinha e Rafael Miranda

MARCELO PORTELA E TIAGO DÉCIMO, Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 08h05

O Atlético Mineiro deve partir para cima do Bahia nesta terça-feira com força total. Apesar de ter afirmado que poderia poupar atletas na partida pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Levir Culpi relacionou todo o time titular para o confronto, marcado para as 21h50, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O alívio para os jogadores foi apenas nesta segunda, na reapresentação da equipe para a rodada. Os atletas que atuaram na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no último sábado, fizeram trabalho regenerativo, enquanto que os reservas participaram de atividades em campo. Este foi o único treino do grupo antes da partida desta terça.

Segundo Edcarlos, os treinamentos do grupo têm sido feitos só "através dos vídeos". Apesar do desgaste, o time quer uma vitória na partida para se manter entre os primeiros colocados na tabela de classificação do Brasileirão. O Atlético está na quarta posição com 50 pontos, nove a menos que o líder Cruzeiro e apenas um a mais que o Corinthians, o primeiro abaixo do G4.

Ainda com sua situação sob análise da direção alvinegra por causa de faltas a treinos, o atacante Jô mais uma vez foi deixado de fora da lista de relacionados.

DESFALCADO

O Bahia recebe o Atlético Mineiro na Arena Fonte Nova, em Salvador, nesta terça-feira, às 21h50, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, sem a sua dupla de ataque titular. O centroavante Kieza ainda não se recuperou de uma torção no tornozelo sofrida na quarta-feira passada, na derrota para o Universidade César Vallejo, do Peru, que resultou na eliminação do time da Copa Sul-Americana, e seu companheiro Rafinha, lesionado no ombro no revés para o São Paulo, no último sábado, foi vetado pelos médicos do clube. Além deles, o volante Rafael Miranda, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, não joga.

Apesar dos desfalques e de enfrentar o quarto colocado do Brasileirão, o Bahia vê na partida a chance de se reabilitar na competição para tentar sair da zona de rebaixamento. "Dentro de casa, temos de vencer", sentencia o volante Fahel, autor do gol contra o São Paulo. Com 30 pontos, a equipe ocupa a 18.ª posição, apenas um ponto atrás do rival Vitória, primeiro time fora do grupo dos quatro últimos colocados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.