Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Atlético-MG tranquiliza Ponte Preta e promete cumprir acordo por Emerson

Time de Campinas vai receber 12,5% da transferência de R$ 51 milhões para o Barcelona

Redação, Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2019 | 20h26

O Atlético Mineiro garantiu nesta quinta-feira que vai repassar à Ponte Preta a porcentagem de 12,5% no valor usado pelo Barcelona - R$ 51 milhões - para comprar os direitos econômicos do lateral Emerson. Após rumores sobre o caso, o diretor de futebol do Atlético, Marques, veio a público para confirmar o repasse.

O lateral, na verdade, está envolvido numa triangulação. Até dia 30 de junho ele vai ficar no Betis, também da Espanha, mas depois assina contrato definitivo com o Barcelona até 2024. O dia 31 de janeiro era o último prazo para a janela de transferência no futebol espanhol.

"Existe um acordo entre Ponte Preta e Atlético Mineiro e nós vamos cumprir. A Ponte sempre foi uma parceira nossa, com muitas negociações nos últimos anos e queremos fortalecer essa parceria ainda mais. O torcedor da Ponte pode ficar tranquilo, pois o Atlético vai cumprir tudo o que foi acordado lá atrás. Nem tudo o que se comenta, se ouve ou se lê na internet tem sua verdade. Não vamos falar em porcentuais, mas volto a falar: o Atlético vai cumprir o que foi combinado", assegurou Marques.

Conforme foi combinado com o Atlético Mineiro, a Ponte Preta teria direito a 12,5% caso o atleta fosse vendido até o dia 28 de fevereiro, o que acabou ocorrendo. No entanto, como o Barcelona só vai realizar o pagamento apenas no meio do ano, suspeitou-se que a equipe mineira não repassasse o montante de aproximadamente R$ 5 milhões para o time campineiro.

Prevendo qualquer irregularidade por parte do Atlético Mineiro, a Ponte Preta saiu na frente e acabou informado que acionaria a Justiça caso não recebesse a sua parte em cima da venda do lateral Emerson, outro fator que levou Marques a responder sobre o caso.

Emerson é considerado um dos jogadores mais promissores na posição e vinha sendo sondado pelo Barcelona há meses. Ele está com a seleção brasileira, disputando o Sul-Americano Sub-20. Prevendo a negociação do seu lateral-direito, o Atlético-MG contratou Guga, que estava no Avaí e estreou na goleada por 4 a 0 para cima do URT.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Atlético Mineirofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.