Pedro Souza/Atlético
Pedro Souza/Atlético

Atlético-MG vence Ceará com gol no último lance e segue 100% no Brasileirão

Mineiros chegam aos nove pontos e dormem na liderança com vitória por 2 a 1, em Fortaleza

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 23h06

Após exibir dificuldades ao longo de 90 minutos, o Atlético Mineiro buscou sua terceira vitória neste Brasileirão nos acréscimos, diante do Ceará, neste sábado. Jogando na Arena Castelão, em Fortaleza, o time visitante venceu por 2 a 1, graças a um gol anotado aos 47 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Atlético manteve o aproveitamento de 100% neste início de competição. Antes, vencera Avaí e Vasco. Contra o time carioca, curiosamente o gol da vitória também saiu nos minutos finais da partida. Somando nove pontos, o Atlético já desponta na liderança provisória da tabela.

São Paulo e Santos, que também vencerem seus dois primeiros jogos na tabela, podem também alcançar o 100% e os nove pontos neste domingo, na sequência da rodada. Já o Ceará exibe três pontos, com uma vitória e duas derrotas neste seu retorno à primeira divisão.

O triunfo deste sábado foi ainda mais celebrado pelo Atlético em razão dos seguidos desfalques, em razão de problemas de lesão e jogadores poupados, por conta da sequência de jogos.

Na terça, encerra sua fraca campanha na Copa Libertadores contra o Zamora, na Venezuela. O time brasileiro precisa da vitória para terminar em terceiro de seu grupo e garantir vaga à segunda fase da Copa Sul-Americana.

O JOGO

Empurrado pela torcida, o Ceará começou melhor a partida, criou as melhores oportunidades e empurrou o Atlético para a defesa nos primeiros minutos. Tentava impor pressão, enquanto a equipe mineira aguardava pela oportunidade de abrir o placar em contra-ataque.

As chances perdidas assustaram o Atlético, que demorou para sair para o jogo. E, quando os visitantes se animavam para atacar, o Ceará abrir o placar aos 23 minutos. Samuel Xavier cruzou da direita e Ricardo Bueno cabeceou para o gol. A bola desviou na cabeça de Réver, o que "matou" o goleiro Victor.

A vantagem, contudo, durou apenas dois minutos. Em rápido ataque pela direita, Guga e Geuvânio fizeram bela tabela e o lateral cruzou rasteiro para Nathan bater quase da marca do pênalti para o gol vazio.

O gol deu novo fôlego ao time atleticano, que passou a jogar melhor e dominar as ações. Mas, no final da primeira etapa, o Ceará voltou a ameaçar. Aos 45 minutos, Carleto arriscou em cobrança de falta de longe. E deu trabalho para Victor, que fez leve desvio, o suficiente para a bola acertar a trave. No rebote, Tiago Alves desperdiçou chance incrível na pequena área ao finalizar para fora.

O segundo tempo começou com novo susto para a torcida mineira. Aos 6, Ricardo Bueno voltou a mandar para as redes. Desta vez, porém, o árbitro assinalou o impedimento. Curiosamente, a resposta do Atlético, somente aos 25, também veio em gol anulado por posição irregular no ataque. No lance, Guga cobrou falta na área e Igor Rabello, impedido, cabeceou na primeira trave. Na sequência do lance, Ricardo Oliveira escorou para as redes.

Depois do lance, o Atlético passou a cadenciar o jogo, à espera do melhor momento para dar o bote na defesa do Ceará. Só que o time da casa seguiu perigoso, principalmente nos lances de bola parada. No entanto, mesmo mais agressivo, o Ceará parava nos próprios erros de conclusão e na defesa atleticana.

Quando o duelo se encaminhava para o empate, o Atlético buscou o gol da vitória nos acréscimos. Aos 47 minutos do segundo tempo, Guga bateu escanteio na área e Jair subiu de cabeça para decretar mais um triunfo do time mineiro neste Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 x 2 ATLÉTICO-MG

CEARÁ - Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto; Fabinho, Edinho e Ricardinho (Bergson); Fernando Sobral, Ricardo Bueno (Pedro Ken) e Chico (Mateus Gonçalves). Técnico: Luis Fernando Flores (interino).

ATLÉTICO-MG - Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Nathan (Jair), Chará e Geuvânio (Maicon Bolt); Ricardo Oliveira (Papagaio). Técnico: Rodrigo Santana (interino).

GOLS - Ricardo Bueno, aos 23, e Nathan, aos 25 minutos do primeiro tempo. Jair, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Jair (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.