Cristiane Mattos/Reuters
Cristiane Mattos/Reuters

Atlético-MG vence Coritiba e volta a sonhar com título do Brasileirão

Equipe de Jorge Sampaoli deslancha no segundo tempo e se mantém na briga pela liderança

Redação, Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2020 | 19h22

O Atlético-MG voltou a sonhar no Brasileirão. Neste sábado, o time de Jorge Sampaoli mostrou poder de fogo no ataque no segundo tempo e venceu o Coritiba por 2 a 0, no Mineirão, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Atlético vai aos 49 pontos, assumindo provisoriamente a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Porém, o agora terceiro colocado, Flamengo, que conta com 48 pontos, joga ainda neste sábado. A liderança segue com o São Paulo, com seus 53 pontos. Também joga neste sábado. O Coritiba, que mesmo com a vitória não deixaria a zona de rebaixamento, segue na vice-lanterna, com 21 pontos.

O primeiro tempo no Mineirão teve como destaque a boa defesa do Coritiba, que resistiu bravamente às investidas do forte ataque do Atlético. O primeiro lance perigoso veio logo aos 3 minutos, mostrando que a equipe mineira veio ofensiva. O chute de Hyoran, ao bater falta do lado esquerdo, acertou em cheio na forquilha e deixou o goleiro Wilson batido no lance.

O ataque formado por Savarino, Vargas e Keno buscava o flanco esquerdo da zaga do Coritiba, com cinco desfalques, em especial o lateral Mattheus. O jogo continuou pressionado para o goleiro do Coritiba, que fez milagre ao defender a cabeçada a queima-roupa de Vargas.

A temperatura do duelo era tão alta que sobrou até amarelo, aos 16 minutos, para Sampaoli que saiu de perto resmungando à comissão técnica. Do Atlético, porém, não havia o que o técnico reclamar pois a ofensiva continuava com praticamente todos os jogadores no campo do Coritiba, que seguia bem fechado.

Apesar da pressão atleticana, a equipe paranaense aproveitava todas as chances que encontrava, apresentando lances de perigo como o escanteio cobrado por Neíton, aos 34 minutos, em busca de um gol olímpico, espalmado pelo goleiro Éverson.

O time paranaense ofereceu inesperada resistência para o Atlético e buscou aproveitar bem todas as oportunidades de contra-ataque. O destaque dessa primeira etapa foi Keno, que deu trabalho ao goleiro Wilson com chute de fora da área.

No segundo tempo, porém, as investidas do Atlético se confirmaram: Hyoran abriu o placar aos 21 minutos, em belíssimo gol, mandando a bola no ângulo do goleiro Wilson, furando o bloqueio.

A reação do Coritiba exigiu do goleiro Éverson, que, aos 28 minutos, fez defesa milagrosa ao segurar o chute cruzado de direita de Robson, seu primeiro lance na partida. O desespero do atual vice-lanterna não foi suficiente para evitar a vantagem atleticana.

Em outro inspirado primeiro lance, aos 38 minutos, Sasha recebeu passe de Arana e balançou as redes de Wilson, sem chance para defesa.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 2 x 0 CORITIBA

ATLÉTICO-MG - Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Nathan (Eduardo Sasha), Zaracho (Calebe, depois Franco) e Hyoran; Savarino, Vargas e Keno. Técnico: Jorge Sampaoli.

CORITIBA - Wilson; Natanael, Rhodolfo, Sabino e Jonathan; Hugo Moura (Pablo Thomaz), Matheus Sales (Matheus Bueno)e Matheus Galdezani (Sarrafiore); Rafinha (Robson), Giovanni Augusto e Neilton (Cerutti). Técnico: Pachequinho.

GOLS - Hyoran, aos 21, e Eduardo Sasha, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Não houve.

ÁRBITRO - Dyorgines Jose Padavani de Andrade (ES).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.