Atlético-MG vence em Curitiba por 2 a 1

O Atlético Mineiro garantiu a invencibilidade de 14 partidas, ao vencer o "xará" paranaense por 2 a 1, hoje à tarde, na Arena da Baixada, em Curitiba, passando a somar sete pontos e assumindo a liderança do Campeonato Brasileiro. Ao contrário, o Atlético Paranaense decepcionou mais uma vez sua torcida, que despejou vaias no fim do jogo, e mostrou que tem deficiências em todos os setores. O time mantém os mesmos três pontos conseguidos na primeira rodada. Com melhor conjunto, o Atlético Mineiro tomou conta do meio-de-campo e deu um sufoco nos paranaenses no início do jogo. Guilherme colocou-se na entrada da área, onde recebia as bolas vindas do meio e as distribuía ora para um lado ora para outro. Utilizando apenas a velocidade como trunfo, o Atlético Paranaense conseguiu equilibrar as ações por volta dos 30 minutos, saindo com rapidez para os contra-ataques. Mas faltava inteligência aos jogadores do meio para impulsionar os atacantes e criar chances de gol. No segundo tempo, os dois times mostraram mais interesse pela vitória. Os atacantes passaram a ser mais acionados, mas as finalizações não eram eficientes. De tal forma que Guilherme cobrou um pênalti para o Atlético Mineiro, aos 22 minutos, chutando a bola por cima da trave. Mas, três minutos depois, a defesa paranaense falhou e Alexandre estufou as redes. O Atlético Paranaense cresceu depois do gol e rapidamente chegou ao empate, por meio de Ilan, aos 28 minutos. Quatro minutos após, Alessandro perdeu uma oportunidade para virar o placar, chutando no peito de Velloso, quando estava frente a frente. Se o Alessandro paranaense não fez, o mineiro, aos 40 minutos, passou por seis jogadores antes de tocar para o gol defendido por Diego e decretar a vitória do Atlético Mineiro.Ficha TécnicaAtlético Paranaense: Diego; Alessandro, Igor, Rogério Corrêa e Ivan; Leomar, Kléberson, Fabrício (Rodrigo) e Adriano; Ilan (Fernandinho) e Dagoberto. Técnico: Osvaldo Alvarez.Atlético Mineiro: Velloso; Cicinho, André Luís, Scheidt e Marquinhos; Ferrugem, Genalvo, Lúcio Flávio (Paulinho) e Alexandre; Guilherme e Alessandro (Nem). Técnico: Celso Roth.Gols: Alexandre aos 25, Ilan aos 28 e Alessandro aos 40 minutos do segundo tempo.Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS).Cartão amarelo: André Luís, Scheidt, Dagoberto e Ilan.Local: Arena da Baixada, em Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.