Pedro Souza / Atlético-MG
Pedro Souza / Atlético-MG

Atlético-MG vence Sport, chega a 13 jogos invicto e mantém folga na liderança

Equipe mineira sobra na primeira etapa do jogo e soma mais três pontos com gols de Diego Costa, Hulk e Eduardo Vargas

João Nicodemus, especial para o Estadão, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2021 | 21h23

Na partida 200 de Cuca pelo Atlético-MG, o time jogou bem e não encontrou dificuldade para derrotar o Sport no Mineirão pelo placar de 3 a 0, na noite deste sábado, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, já são 13 jogos de invencibilidade na competição que lidera com folga.

Líder isolado, agora com 45 pontos, o Atlético mantém a vantagem de sete pontos para o vice-líder Palmeiras, que venceu a Chapecoense na rodada. São 11 pontos de vantagem para o Flamengo, que enfrenta o Grêmio neste domingo e ainda tem outros dois jogos a menos. O Sport segue adiando sua recuperação e está cada vez mais estagnado na zona de rebaixamento. O time é o 19º colocado, com 17 pontos, uma diferença de cinco para o São Paulo (dois jogos a menos), primeiro time fora do Z-4.

A fase do Sport na temporada é complicada, este foi o sétimo jogo seguido sem vencer e sem marcar gols, o que explicou a mudança na escalação para o confronto, com a volta de Paulinho Moccelin no lugar de André. O clube pernambucano levou um susto na primeira chance da partida, salvando a bola em cima da linha, mas até esboçou uma reação. A melhor chance dos visitantes na etapa inicial foi com Hernanes, que voltou de suspensão, cobrando falta.

O Sport recuou e o Atlético-MG se impôs, conseguindo encaixar a marcação no campo de ataque. Com o domínio da partida, os mandantes fizeram o primeiro gol aos 34 minutos. O lateral Guilherme Arana fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Diego Costa cabecear para fazer o gol de número 200 do Novo Mineirão.

O Atlético seguiu em cima e novamente Guilherme Arana deu assistência para o segundo gol. O lateral roubou a bola no ataque e tocou para Hulk fazer 2 a 0 aos 45 minutos. O atacante agora é um dos artilheiros do Brasileirão, com oito gols, e chega a 21 pelo Atlético.

Após a volta dos vestiários, as grandes chances demoraram a reaparecer. Ainda na primeira metade do segundo tempo, Cuca substituiu Hulk e Diego Costa, pensando no jogo de ida contra o Palmeiras pela semifinal da Libertadores, já na próxima terça-feira. Guilherme Arana assustou a torcida mineira e deixou o campo com dores minutos depois.

Com as alterações, o Atlético-MG ganhou um gás e o novo trio ofensivo, formado por Vargas, Sasha e Nacho, obrigou Maílson a trabalhar algumas vezes. O Sport até chegou a marcar dois gols, com Thiago Neves e André, que entraram no decorrer do jogo, mas ambos foram anulados por impedimento do atacante André nos lances.

Ainda deu tempo do Atlético-MG fazer o terceiro em cobrança de pênalti, nos acréscimos. O time partiu em contra-ataque no último lance do jogo. Com a defesa adversária bagunçada, Vargas chutou e a bola pegou no braço de Rafael Thyere, que recebeu cartão amarelo e estará suspenso no próximo jogo. Na cobrança, aos 53 minutos, o próprio Vargas, com maestria, acertou o ângulo com força, fechando o placar.

O foco do Atlético agora passa a ser o jogo da Libertadores, em São Paulo, no Allianz Parque. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é sábado, contra o São Paulo, também na capital paulista, pela 22ª rodada. Precisando de uma reação cada vez mais urgente, o Sport terá mais um adversário da parte de cima da tabela pela frente na próxima rodada. Os pernambucanos recebem o Fortaleza na Ilha do Retiro, domingo.

FICHA TÉCNICA

Atlético-MG 3 X 0 Sport

ATLÉTICO-MG - Everson; Guga, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Allan (Nathan), Tchê Tchê e Zaracho; Hulk (Vargas), Diego Costa (Eduardo Sasha) e Keno (Nacho Fernández). Técnico: Cuca.

SPORT - Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Marcão Silva (Leandro Barcia), Hernanes (Ronaldo Henrique) e Everton Felipe (Thiago Neves); Paulinho Moccelin, Tréllez (André) e Mikael (Everaldo). Técnico: Gustavo Florentín.

GOLS - Diego Costa, aos 34, e Hulk, aos 45 minutos do primeiro tempo. Vargas, aos 53 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Allan, Tchê Tche, Tréllez, Paulinho Moccelin e Rafael Thyere.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

PÚBLICO - Sem público.

LOCAL - Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.