Atlético-MG vence Tupi na semifinal do Campeonato Mineiro

Clube alvinegro, do técnico Geninho, joga pelo empate para garantir sua vaga à final da competição

Eduardo Kattah, O Estado de S. Paulo

13 de abril de 2008 | 20h02

O Atlético-MG venceu neste domingo o Tupi, por 3 a 2, no Mineirão, e reverteu a vantagem do adversário no confronto pela semifinal do Campeonato Mineiro. Com o triunfo, o time do técnico Geninho se classifica para a decisão com um empate no jogo da volta, no próximo sábado, em Juiz de Fora. O Tupi, que terminou em segundo lugar na fase classificatória e entrou com vantagem na semifinal, precisa vencer para chegar à final. Jogando em casa, o Atlético-MG necessitou de muito esforço para fazer "o dever de casa" e derrotar o adversário, que abriu o marcador logo aos cinco minutos do primeiro tempo. O lateral Edimar cobrou falta, a bola passou no meio da barreira e entrou no canto esquerdo do goleiro Juninho. O Atlético não se abateu com a desvantagem no placar e conseguiu empatar aos 11 minutos, em pênalti convertido pelo volante Renan. Melhor em campo, o time de Belo Horizonte criou outras chances e aos 35 minutos o baixinho atacante Danilinho - grande destaque atleticano - marcou de cabeça: 2 a 1.O time de Juiz de Fora não se deixou intimidar com a disposição do Atlético e respondia com personalidade às ações ofensivas da equipe da casa. O empate veio aos 13 minutos. O meio-campista Silas chutou de longe e marcou o segundo do Tupi.  Altético-MG3Juninho; Gérson (Agustin Viana), Leandro Almeida, Marcos     e Thiago Feltri; Rafael Miranda, Márcio Araújo, Renan e Danilinho    ; Eduardo     (Xaves) e Marcelo Nicácio (Renan Oliveira)Técnico: Geninho Tupi2Marcelo Cruz    ; Serginho, Fernando    , Cedrola     e Edimar; Noel    , Marcel(Anderson Feijão    Silas (Henrique) e Gedeon; Ademilson     (Eraldo) e AlanTécnico: João CarlosGols: Edimar, aos 5; Renan aos 11, e Danilinho, aos 35 minutos do primeiro tempo. Silas, aos 13, e Renan Oliveira, aos 20 minutos do segundo tempoÁrbitro: Alício Pena JúniorRenda: R$ 300.860,00Público: 28.976 pagantesEstádio: Mineirão, em Belo HorizonteO empate deixou apreensiva a torcida atleticana. Mas o técnico Geninho atendeu aos apelos da arquibancada e decidiu sacar o atacante Marcelo Nicácio - que vinha sendo bastante criticado pelos torcedores - mandando a campo o jovem Renan Oliveira. No seu primeiro lance, Renan Oliveira demonstrou oportunismo e aproveitou um cruzamento de Danilinho para fazer 3 a 2, aos 20 minutos."A gente lutou do começo ao fim, mas lá vamos ter de entrar com mais dedicação ainda", destacou Danilinho. "O mais importante é que revertemos uma situação", observou o zagueiro e capitão Marcos. O técnico do Tupi, João Carlos, lamentou a atuação do time, embora tenha elogiado o "espírito de luta" dos jogadores. "Mas hoje não jogamos bem e os gols que sofremos foram por um pouco de desatenção nossa". Nos vestiários, o presidente do Atlético, Ziza Valadares, disparou contra a atuação do árbitro Alício Pena Júnior, acusado de prejudicar o Galo. "Assistimos a um assalto ao Atlético".

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato MineiroAtlético-MGTupi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.