Atlético-MG visita Ipatinga no primeiro jogo da final

Atlético-MG e Ipatinga iniciam neste domingo, a partir das 16 horas, no Vale do Aço, a decisão do Campeonato Mineiro. No Estádio Ipatingão, o técnico Vanderlei Luxemburgo comandará pela primeira vez o Atlético em uma partida de final. Contratado no fim do ano passado, o consagrado treinador chegou ao clube prometendo títulos. Agora, já tem sua chance.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 08h02

Com a vantagem de jogar por dois resultados iguais - por conta da melhor campanha no campeonato -, o Atlético chegou à decisão após passar pelo Democrata de Governador Valadares. O Ipatinga, por sua vez, desbancou o favorito Cruzeiro na outra semifinal.

Bem ao seu estilo, Luxemburgo decidiu levar para o Vale do Aço todos os jogadores do atual grupo atleticano, incluindo atletas que se recuperam de cirurgias, como o atacante Obina e o volante Serginho. A delegação é composta por 34 jogadores e o treinador espera com o gesto unir ainda mais o elenco do Atlético, que vive um momento bastante positivo.

Na última quarta-feira, em Recife, o Atlético teve uma apresentação convincente e derrotou o Sport por 2 a 0, garantindo sua vaga para as quartas de final da Copa do Brasil, quando enfrentará o temido Santos.

"Não sou burro de achar que os jogadores não estão pensando no jogo da quarta-feira (contra o Santos)", observou Luxemburgo, que, no entanto, cobrou concentração na decisão do Campeonato Mineiro.

Depois da vitória heroica sobre o Cruzeiro, no último domingo - quando foi bastante prejudicado pela arbitragem -, o Ipatinga exigiu um trio de fora do Estado. A Federação Mineira de Futebol acabou cedendo e o árbitro paulista Salvio Spínola Fagundes Filho irá apitar a final deste domingo.

O time do Vale do Aço quer provar que não está na decisão por um acidente. "Não é por acaso que a gente chegou", destacou o goleiro do Ipatinga, Douglas. "Queremos ser novamente a surpresa."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato MineiroAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.