Atlético não quer sair de Minas

Mesmo se perder o mando de campo, devido aos incidentes da partida contra o São Paulo, no último domingo, no Estádio Independência, o Atlético-MG não deixará o Estado de Minas Gerais para mandar seus jogos. A diretoria do Galo aguarda o resultado do julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), marcado para sexta-feira, a partir das 15h, no Rio de Janeiro, para definir o local do jogo. Se pegar a pena mínima - perda do mando de uma partida -, o time mineiro deverá realizar o confronto contra o Criciúma, pela 39º rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 31 de outubro, no Estádio Epaminondas Mendes Brito, o Ipatingão, na cidade de Ipatinga, no Vale do Aço. De acordo com o vice-presidente jurídico do Galo, José Murilo Procópio, nada impede que o time jogue em outro Estado, desde que a distância seja maior a 150 quilômetros do local dos incidentes, como determina a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "Poderíamos jogar onde quiséssemos. Nada impede isso. O próprio Botafogo, que foi punido, irá jogar em Juiz de Fora, em Minas. Mas acreditamos que o momento do time pede que os jogadores fiquem próximos ao torcedor", explica o dirigente. Entretanto, o dirigente do Galo, apesar das evidências, acredita que conseguirá livrar o time da perda de mando de campo. "Vamos com nossa defesa para o julgamento. Algumas pessoas já condenaram o time, antes do julgamento. Mas é necessário uma perícia e outros procedimentos para o júri formar sua opinião. E estamos preparados para provar que o time não teve culpa no episódio", garante Procópio. Apesar do otimismo do dirigente, no próprio clube as opiniões estão divididas. Tanto que o gerente de futebol do time mineiro, Ricardo Drubscky, já esteve em Ipatinga, acompanhado do auxiliar-técnico João Marcelo de Paula e do gerente financeiro do clube, Flávio Pena, para se reunir com com Fernando Rocha, funcionário da prefeitura local e administrador do Ipatingão. O dirigente do Galo disse que o acordo foi praticamente selado. "Acertamos todas as condições necessárias para a realização do jogo contra o Criciúma no Ipatingão, mas vamos esperar a comunicação oficial da punição", diz Drubscky.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.