Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Atlético-PR anuncia a contratação do técnico Cristóvão Borges

Técnico chega nesta segunda com o auxiliar Cassiano de Jesus

Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2015 | 15h13

O Atlético Paranaense confirmou neste domingo a contração do técnico Cristóvão Borges. Ele chega para substituir Milton Mendes, demitido na última segunda-feira por conta da sequência de quatro derrotas consecutivas - no sábado, comandado pelo interino Sérgio Vieira, o time perdeu para o São Paulo e acumulou mais um revés.

O treinador se apresenta ao elenco nesta segunda-feira junto com o auxiliar Cassiano de Jesus. Cristóvão, 56 anos, estava sem clube desde 20 de agosto, quando foi demitido do Flamengo após derrota para o Vasco na Copa do Brasil. Ele também já teve passagens por Fluminense, Vasco e Bahia.

Como jogador, Cristóvão teve duas passagens pelo Atlético-PR. A primeira em 1983 e a outra em 1985. Agora, ele chega para comandar uma equipe que vive péssimo momento no Campeonato Brasileiro e ocupa a 11ª colocação, com 38 pontos, a oito de distância do G4 e sete à frente da zona de rebaixamento.

Graças aos jogos da seleção brasileira nas eliminatórias da Copa de 2018, o treinador terá um intervalo de dez dias para conhecer a equipe antes de sua estreia, programada para 14 de outubro, contra o Cruzeiro, na Arena da Baixada. Cristóvão também tem como objetivo levar a equipe adiante na Copa sul-americana. O Atlético-PR avançou na última semana para as quartas de final e agora enfrentará o Sportivo Luqueño, do Paraguai.

Ele será o quarto técnico da equipe na temporada. Claudinei Oliveira comandou a equipe no início do Estadual, mas caiu após quatro rodadas. Enderson Moreira entrou em seu lugar, mas não teve nem tempo de mostrar trabalho e foi demitido depois de disputar oito jogos. Milton Mendes foi o terceiro do ano, permaneceu por cinco meses e deixou o clube a contragosto dos torcedores, que usaram as redes sociais para criticar a decisão do presidente, Mario Celso Petraglia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.